Topo

Esporte

Yotún defende Guerrero de acusações de doping após treino da seleção peruana

03/11/2017 17h59

Lima, 3 nov (EFE).- O meia Yoshimar Yotún, titular do Orlando City e da seleção peruana, defendeu nesta sexta-feira o atacante Paolo Guerrero, do Flamengo, que teria sido flagrado por uso de substância proibida no jogo com a Argentina, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

"Todos conhecemos Paolo bem. Ele tem uma trajetória limpa, e esses rumores são muito delicados", disse o ex-Vasco, logo após o treino comandado pelo argentino Ricardo Gareca, preparatório para os duelos com a Nova Zelândia, pela repescagem intercontinental.

De acordo com a emissora latino-americana "ESPN Internacional", a Federação Peruana de Futebol (FPF) já foi avisada sobre a situação do jogador, que estaria sob suspeita de doping. Com isso, o jogador do Fla poderia ser suspenso preventivamente e ficar fora dos jogos contra os neozelandeses.

Hoje, durante o treino, Gareca conversou por boa parte da atividade com o diretor-esportivo da FPF, Juan Carlos Oblitas, e o médico da seleção, Julio Segura. Nenhum dos três, no entanto, se manifestou publicamente sobre o assunto.

Mais Esporte