Esporte

Pirlo confirma aposentadoria após eliminação do New York City

06/11/2017 17h31

Redação Central, 6 nov (EFE).- O meia italiano Andrea Pirlo, de 38 anos, anunciou a aposentadoria como jogador nesta segunda-feira, um dia após entrar em campo pela última vez, na vitória por 2 a 0 do New York City sobre o Columbus Crew, placar que não foi suficiente para classificar o time para a final da Conferência Leste da MLS.

Pirlo já havia anunciado em outubro que estava chegando o momento de dar fim aos 23 anos de carreira. Em texto divulgado nas redes sociais nesta tarde, o jogador confirmou que pendurará as chuteiras.

"Última partida na MLS. Como minha passagem pelo Ney York City chega ao fim, gostaria de dizer algumas palavras. Quero agradecer a todos pelo carinho e pelo apoio que recebi nesta cidade incrível. Obrigado aos torcedores, à comissão técnica, a todos que trabalham nos bastidores e aos meus companheiros de equipe", declarou.

Em tom de despedida e sem falar sobre o que fará no futuro nem se haverá alguma partida de despedida, o italiano agradeceu a todos que participaram de sua carreira de alguma forma.

"Não apenas minha aventura em Nova York chega ao fim, mas minha carreira como jogador também. Aproveito a oportunidade para agradecer à minha família e aos meus filhos pelo suporte e pelo amor, a todas às equipes que tive a honra de defender, a todos os companheiros que tive o prazer de jogar ao lado, a todos que fizeram minha carreira ser incrível e aos fãs pelo mundo que sempre me apoiaram. Vocês sempre estarão ao meu lado e no meu coração", disse.

Pirlo começou a despontar no Brescia, clube onde foi revelado e pelo qual estreou na primeira divisão do Campeonato Italiano, aos 16 anos. O desempenho do jovem, que à época atuava mais à frente no ataque, chamou a atenção do romeno Mircea Lucescu, então técnico da Inter de Milão, que o contratou em 1998.

Após temporadas decepcionantes, nas quais foi emprestado ao Reggina e de volta ao Brescia, Andrea estourou no retorno ao clube que o revelou. Este ressurgimento despertou o interesse do Milan, treinado então por Carlo Ancelotti e presidido por Silvio Berlusconi.

Com o técnico italiano, Pirlo foi recuado para o meio e se encontrou na posição. Foi no clube rossonero que o jogador se tornou mundialmente famoso e conquistou dois títulos da Liga dos Campeões e do Campeonato Italiano, entre outros, além liderar a Itália na conquista da Copa do Mundo de 2006.

Com 31 anos, após uma época dourada no Milan, o meia mudou de ares e assinou com a Juventus, clube pelo qual conquistou quatro vezes o Campeonato Italiano e bateu na trave no que seria o terceiro título pessoal da 'Champions', ao ser vice-campeão diante do Barcelona.

Passado o período na Juventus, Pirlo se transferiu em 2015 para o New York City, onde teve uma lesão no joelho que o impediu de encerrar a carreira com melhores resultados no clube americano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo