Topo

Esporte

Campeão do mundo em 1954, Hans Schäfer morre aos 90 anos

Reprodução
Hans Schafer Imagem: Reprodução

07/11/2017 11h04

O ex-atacante alemão Hans Schäfer, integrante da seleção alemã campeã do mundo em 1954, morreu aos 90 anos, informou nesta terça-feira o Colônia, único clube que defendeu ao longo da carreira.

"Perdemos um dos maiores representantes do nosso clube. Como campeão do mundo e nosso maior ícone, Hans Schäfer é imortal", disse o presidente do Colônia, Werner Spinner.

Ponta-esquerda, Schäfer jogou no Colônia entre 1949 e 1965 e fez parte da seleção alemã principal entre 1952 e 1965. Na final de 1954 contra a Hungria, que era a clara favorita, Schäfer participou da jogada que originou o terceiro gol alemão, marcado por Helmut Rahn.

Schäfer recuperou a bola e cruzou para a área. A zaga afastou e, na sobra, Rahn driblou o marcador e chutou rasteiro para fazer o gol da vitória por 3 a 2. Após a final, a imprensa internacional considerou Schäfer o melhor ponta-esquerda do mundo no momento.

Com a morte de Schäfer, o último sobrevivente da seleção alemã de 1954 é o ex-lateral-direito Horst Eckel, de 85 anos de idade, o mais jovem dos campeões.

"É um dia muito triste, Hans era um bom companheiro. Falei com ele pela última vez há duas semanas quando o parabenizei pelos 90 anos e o encontrei bem. Agora, sou o último da equipe de 1954. Me sinto sozinho", disse Eckel ao jornal o "Bild".
 

Mais Esporte