Esporte

Florenzi diz que Itália apresenta "melhor versão nos momentos de dificuldade"

07/11/2017 12h56

Roma, 7 nov (EFE).- O lateral-direito Alessandro Florenzi considerou nesta terça-feira que a seleção italiana mostra sua "melhor versão nos momentos de dificuldade", ao comentar sobre a repescagem que a 'Azzurra' disputará contra a Suécia em busca de uma vaga na Copa do Mundo de 2018.

"Temos certeza que jogaremos um grande jogo. Não será fácil, mas temos um grande grupo e as nossas vitórias se baseiam nisto. Além disso, apresentamos a nossa melhor versão nos momentos de dificuldade", declarou.

Em entrevista coletiva concedida no centro de treinamento de Coverciano, em Florença, onde a Itália se prepara para a repescagem, Florenzi disse que está "disposto a morrer em campo" para conseguir a classificação.

Esta repescagem tem particular importância para Florenzi, que após ficar fora da lista da seleção italiana para a última Copa do Mundo, no Brasil, por decisão técnica do então treinador Cesare Prandelli, quer fazer de tudo para estar na próxima.

"Todos nós sonhamos em disputar uma Copa do Mundo na nossa vida. Eu não consegui em 2014, mas estou disposto a morrer em campo para jogar a de 2018", declarou.

Florenzi explicou que se sente feliz por fazer parte da lista da Itália para esta repescagem, após os difíceis momentos vividos na última temporada, na qual rompeu duas vezes o ligamento cruzado de um joelho.

"São sensações positivas, que sentia saudades. É um prazer e um orgulho voltar à seleção italiana para uma repescagem tão difícil. Será preciso vontade e agressividade, e os jovens terão que dar a sua contribuição", afirmou.

O lateral considerou a seleção sueca uma rival muito competitiva, que inclusive conseguir derrotar a França e terminar à frente da Holanda nas Eliminatórias Europeias.

"Eles têm muitos jogadores que jogam em campeonatos de nível internacional. Eles também querem ir para a Copa do Mundo e eliminaram a Holanda. Não será fácil para nós, mas também não será para eles", disse.

Durante a coletiva Florenzi também mencionou a aposentadoria do meia Andrea Pirlo, que anunciou na segunda-feira que pendurará as chuteiras.

"Joguei pouco com Andrea (Pirlo), tenho que ser honesto. A sua história e o que fez no campo falam por ele. Só posso dizer que ele marcou a história", comentou.

A partida de ida da repescagem entre Suécia e Itália será disputada na sexta-feira na Friends Arena, na cidade sueca de Solna. O jogo de volta será na próxima segunda-feira no estádio San Siro, em Milão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo