Esporte

Honduras e Austrália fazem primeira partida da repescagem para Copa de 2018

09/11/2017 15h42

Tegucigalpa, 9 nov (EFE).- As seleções de Honduras e Austrália se enfrentam nesta sexta-feira na primeira partida da repescagem que vale uma vaga na Copa do Mundo de 2018, depois de não conseguirem a classificação direta nas Eliminatórias da Concacaf e da Ásia, respectivamente.

A pressão é maior sobre os donos da casa, comandados pelo colombiano Jorge Luis Pinto, que quer uma vitória sem sofrer gol para levar uma vantagem para a partida de volta, em Sydney, marcada para a próxima quarta-feira.

O técnico considera essencial que sua equipe saiba "controlar o jogo" para evitar surpresas da Austrália, mas sabe que o adversário será difícil de enfrentar, especialmente pelo jogo aéreo.

Os australianos, por sua vez, esperam obter um bom resultado contra Honduras fora de casa. Essa foi a ideia expressada na segunda-feira durante a chegada da delegação da seleção ao país pelo atacante e capitão, Tim Cahill, que é dúvida para o jogo de amanhã por causa de uma recente lesão no tornozelo.

Honduras chega para o primeiro jogo da repescagem, que será disputado no Estádio Olímpico Metropolitano, en San Pedro Sula, no norte do país, sem o zagueiro e capitão Maynor Figueroa, que disputou as Copas do Mundo de 2010 e 2014, e sem Alberth Elis, que sonha em participar de seu primeiro Mundial com a seleção.

Ao mesmo tempo, Pinto recuperou dois atacantes, Anthony Lozano e Eddie Hernández, que semanas atrás sofreram, por coincidência, lesões no rosto que os obrigaram a treinar com máscaras.

Hernández tirou o equipamento na terça-feira e disse ontem aos jornalistas que se recuperou bem do problema. O atacante garantiu estar pronto para jogar se Pinto decidir colocá-lo em campo.

"Queremos conseguir a classificação seja como for. Que no final nossa alegria seja completa", afirmou.

Para o zagueiro Brayan Beckeles, a partida de amanhã é "ganhar ou ganhar". "Todos os jogadores estão preparados depois de três anos de um longo caminho na busca da classificação para o Mundial", disse.

A equipe Honduras não está preocupada com os desfalques da Austrália e nem com o jogo que o adversário fará. "Eles enfrentarão uma equipe em que todos defendem e atacam", destacou Beckeles.

Além de Cahill, que é dúvida, a Austrália tem duas ausências confirmadas por suspensão, Mark Milligan e Mathew Leckie. Já Robbie Kruse, que se recupera de lesão, deve jogar.

A partida será disputada na segunda cidade mais importante de Honduras sob um forte esquema de segurança. A expectativa é que o Estádio Metropolitano, com capacidade para 40 mil torcedores, esteja completamente lotado.



Prováveis escalações:.

Honduras: Escober; Izaguirre, Palacios, Figueroa e Beckeles; Acosta, Mejía, Claros e López; Quioto e Lozano. Técnico: Jorge Luis Pinto.

Austrália: Ryan; Jurman, Risdon, Degenek e Sainsbury; Behich, Mooy, Rogic e Troisi; Juric e Kruse. Técnico: Angelos Postecoglou.

Árbitro: Daniele Orsato (Itália), auxiliado pelos compatriotas Lorenzo Manganelli e Ricardo Di Fiori.

Estádio Olímpico Metropolitano, em San Pedro Sula (Honduras).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo