Esporte

Em amistoso, torcedores de Hong Kong protestam contra hino da China

Bobby Yip/Reuters
Torcida de Hong Kong durante amistoso contra Bahrein Imagem: Bobby Yip/Reuters

10/11/2017 09h11

Vários torcedores da seleção de Hong Kong vaiaram o hino nacional da China no amistoso disputado ontem à noite contra o Bahrein, apesar da entrada em vigor de uma nova lei que contempla penas de prisão contra este tipo de conduta.

No início do amistoso, que a seleção barenita ganhou por 2 a 0, quando o hino começou em representação da equipe de Hong Kong (com ampla autonomia sobre a China, mas sob sua soberania desde 1997), um forte clamor fez com que o som emitido por alto-falantes se tornasse praticamente inaudível.

As vaias se misturaram com gritos de "Somos Hong Kong!", como prova do crescente nacionalismo na ex-colônia britânica, especialmente desde que em 2014 aconteceu a chamada "Revolução dos Guarda-Chuvas", que pedia mais democracia e menos dependência política da China.

O incidente aconteceu menos de uma semana depois de o governo local colocar em vigor uma legislação que contempla penas de até três anos de prisão em caso de falta de respeito à "Marcha dos Voluntários", o hino nacional da China.

A legislação estendia a Hong Kong a aplicação de uma lei aprovada para o território chinês pela Assembleia Nacional Popular, o Legislativo do regime comunista, apesar de a ex-colônia gozar de ampla autonomia nestes tipos de questões.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo