Esporte

Técnico diz que Suécia não poderá ser "covarde" contra a Itália

11/11/2017 14h41

Copenhague, 11 nov (EFE).- O técnico da Suécia, Janne Andersson, afirmou neste sábado que, apesar da vantagem conseguida com a vitória por 1 a 0 sobre a Itália na sexta-feira, os jogadores suecos não poderão ir a campo com o objetivo de manter o empate na partida de volta da repesgagem para a Copa do Mundo de 2018.

"Não podemos ser covardes, temos que mostrar coragem. Não podemos defender o resultado, temos que ser atrevidos. Serão 90 minutos defendendo, e aí a Itália é hábil demais, levaríamos a pior", disse o treinador em entrevista coletiva concedida em Estocolmo.

Andersson revelou que o volante Albin Ekdal, que teve de ser substituído devido a uma lesão no segundo tempo do primeiro jogo, sofreu uma lesão muscular e pode ficar fora da partida decisiva.

"Ele sentiu algo na parte anterior da coxa, é incerto se estará recuperado para a segunda-feira", comentou.

Quem está preparado para jogar é o lateral-direito Mikael Lustig, que não jogou a primeira partida por suspensão, mas Andersson não o garantiu no time titular.

Apesar da satisfação pela vitória por 1 a 0 na ida, o técnico sueco ressaltou que não houve nenhuma comemoração no vestiário da seleção.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo