Esporte

Itália recebe Suécia com obrigação de vencer para ir à Copa

12/11/2017 18h01

Roma, 12 nov (EFE).- Após perder o primeiro jogo da repescagem por 1 a 0 em Solna, a Itália receberá a Suécia nesta segunda-feira no estádio San Siro, em Milão, com a obrigação de vencer para evitar um fracasso histórico e se classificar para a Copa do Mundo de 2018.

Caso não consiga a classificação, a 'Azzurra' pode se despedir do goleiro e capitão Gianluigi Buffon, que aos 39 anos disputa a sua última temporada da carreira como jogador e só deve defender a seleção até a possível participação no Mundial.

Diante de 72 mil torcedores, a tetracampeã mundial precisará vencer por 2 a 0 ou qualquer placar com, no mínimo, dois gols de diferença para conquistar a vaga no tempo regulamentar. Caso vença por 1 a 0, a partida irá para a prorrogação e, se necessário, a disputa de pênaltis.

A Suécia, que leva na bagagem a vantagem conseguida graças ao gol marcado pelo meia Jakob Johansson na Friends Arena, pode empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença, desde que balance a rede adversária no San Siro, para carimbar o passaporte para a Rússia.

Em situação delicada, o técnico italiano, Gian Piero Ventura, terá de decidir se utilizará um esquema com três zagueiros, como na sexta-feira passada, ou se apostará em uma linha de quatro para reforçar o setor ofensivo da equipe.

O técnico não poderá contar com Marco Verratti, suspenso, nem com o atacante Simone Zaza, com dores no joelho direito. Além disso, aguardará a evolução de Leonardo Bonucci, que pode ser titular apesar de uma fratura no nariz.

Caso Ventura opte pelo 4-4-2, a linha defensiva deve perder Andrea Barzagli e ficar com Bonucci e Giorgio Chiellini como dupla de zaga, auxiliados por Matteo Darmian e Alessandro Florenzi nas laterais. Assim, Daniele De Rossi e Marco Parolo seriam os volantes.

Seguindo a formação, Antonio Candreva e Lorenzo Insigne devem atuar abertos na frente, com Ciro Immobile e Andrea Belotti centralizados no ataque.

O mais provável é que técnico sueco, Jan Andersson, confirme praticamente o mesmo time que venceu a Itália na sexta-feira, com a única inclusão do lateral-direito Mikael Lustig, que não jogou na partida de ida por suspensão.

Emil Forsberg será o encarregado de organizar as jogadas ofensivas dos suecos, com Marcus Berg e Ola Toivonen no ataque com a missão de conseguir um gol decisivo para a classificação.

Itália e Suécia já se enfrentaram 24 vezes na história. O balanço do confronto tem 11 vitórias italianas, seis empates e sete vitórias suecas.



Prováveis escalações:.

Itália: Buffon; Florenzi, Bonucci, Chiellini e Darmian; Candreva, De Rossi, Parolo e Insigne; Belotti e Immobile. Técnico: Gian Piero Ventura.

Suécia: Olsen; Lustig, Granqvist, Lindelof e Augustinsson; Larsson, Ekdal, Johansson e Forsberg; Berg e Toivonen. Técnico: Jan Andersson.

Árbitro: Antonio Mateu Lahoz (Espanha), auxiliado pelos compatriotas Pau Cebrián Devís e Roberto del Palomar.

Estádio: San Siro, Milão (Itália).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo