Topo

Esporte

Andy Murray rompe pela segunda vez com seu treinador

18/11/2017 09h30

Londres, 18 nov (EFE).- O britânico Andy Murray rompeu a relação profissional com seu treinador, o americano de origem tcheca Ivan Lendl, com o qual trabalhava desde 2016, segundo informou o próprio tenista em comunicado na sua página oficial.

Lendl acompanhou Murray no circuito de 2011 a 2014, com uma bagagem de dois Grand Slam, US Open 2012 e Wimbledon 2013, antes de voltar a treiná-lo no ano passado, quando o britânico encerrou seu trabalho com a francesa Amelie Mauresmo.

"Estou agradecido a Ivan por toda sua ajuda durante estes anos. Tivemos um grande êxito e aprendemos muito como uma equipe. Agora me concentro em estar preparado para a Austrália e voltar a competir", declarou Murray no comunicado.

No seu último período com Lendl, Murray conquistou o título de Wimbledon em 2016 e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, além de ter se tornado o número um do mundo após derrotar o sérvio Novak Djokovic no ATP Finals do ano passado.

Murray continuará treinando agora com o ex-tenista britânico de origem espanhola Jamie Delgado, que se uniu à equipe do escocês em 2016.

O campeão de três Grand Slam não compete desde o último torneio de Wimbledon e perdeu os últimos cinco meses da temporada devido a uma lesão de quadril.

Há dois dias, Delgado afirmou que confia que seu pupilo possa retornar às quadras no torneio ATP World Tour 250 de Brisbane, que começa em 1º de janeiro, e garantiu que o jogador escocês estaria "em seu melhor nível".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte