Topo

Esporte

Na luta pela Copa do Mundo de F-3, brasileiro bate a 100 metros da chegada

19/11/2017 13h36

Redação Central, 19 nov (EFE).- O brasileiro Sergio Sette Câmara teve grande oportunidade de conquistar neste domingo a Copa do Mundo de Fórmula 3, disputada no circuito da Guia, em Macau, mas se envolveu em acidente a 100 metros da linha de chegada, e viu o britânico Daniel Ticktum, da Motopark, vencer.

O piloto da mesma equipe alemã, tinha liderado boa parte prova, em que havia largado em terceiro e pulado para a ponta logo no início. Na penúltima volta, no entanto, o mineiro passou a ser atacado pelo austríaco Ferdinand Habsburg, da Carlin.

Primeiro e segundo colocado, então, iniciaram um pega espetacular, com direito a troca de posições. Sette Câmara chegou a ser ultrapassado, mas foi rápido ao retomar a liderança.

Na última curva, no entanto, Habsburg foi determinado para uma última investida e deixou o brasileiro para trás. Na tentativa de reagir, o ex-piloto do programa da Red Bull perdeu o controle e bateu no muro. Sem aderência, depois da ousada manobra, o austríaco também se chocou contra a proteção.

Sette Câmara não conseguiu mais tirar o carro do lugar, fechando a disputa na 13ª colocação. O adversário, com o carro muito avariado, ainda se arrastou por cerca de 100 metros e fechou a disputa na quarta colocação.

O grande beneficiado pelo duplo acidente foi Ticktum, que ganhou duas posições na última volta, a princípio pulando para terceiro, mas acabou sendo o primeiro a cruzar a linha de chegada. Em segundo ficou o também britânico Lando Norris, da Carlin, que será piloto de testes da McLaren em 2018.

O estoniano Ralf Aron, da Van Amersfoort Racing, fechou a disputa em terceiro. Pedro Piquet, companheiro de equipe do piloto do Leste Europeu, terminou na sexta posição, a mesma que havia largado.

A volta mais rápida foi do alemão Mick Schumacher, da Prema, em 2min12s651. O jovem é filho do heptacampeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher, que venceu em Macau em 1990 - o tio Ralf, por sua vez, levou a melhor em 1995.

Quatro brasileiros conseguiram levar a melhor na Copa do Mundo até hoje, Roberto Pupo Moreno, em 1982, Ayrton Senna, em 1983, Maurício Gugelmin, em 1985, e Lucas di Grassi, em 2005.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte