Topo

Esporte

Com 2 de Neymar, PSG faz jus à força máxima e aplica 7 a 1 no Celtic

22/11/2017 19h52

Paris, 22 nov (EFE).- Já classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain atropelou nesta quarta-feira o Celtic por 7 a 1 de virada em casa, com dois gols de Neymar e a eficiência de seu trio de ataque, enquanto o Bayern de Munique, também garantido na próxima fase, venceu o Anderlecht por 2 a 1 em Bruxelas.

Com a atuação de hoje no estádio Parc des Princes, Neymar chegou a sete gols em seis jogos contra o time escocês, uma das principais vítimas da carreira do brasileiro, que ainda deu uma assistência para Kylian Mbappé.

Assim como na vitória por 5 a 0 sobre o mesmo rival em setembro, em Glasgow, todos os integrantes do trio de ataque parisiense balançaram a rede, incluindo dois de Edinson Cavani. Marco Verratti e Daniel Alves completaram para o PSG. Dembélé marcou o primeiro gol da partida para o Celtic, logo no primeiro minuto.

O resultado deixa o Paris Saint-Germain com 15 pontos, na primeira posição do grupo A. Já o Celtic permanece no terceiro lugar, com três. A liderança será decidida na próxima rodada, no confronto entre Bayern e PSG, já que o time alemão chegou a 12 pontos ao derrotar o Anderlecht, que permanece zerado no torneio.

Mesmo com a classificação assegurada, a equipe treinada por Unai Emery foi a campo com força máxima, mas quem esperava um Celtic acuado como visitante foi surpreendido logo no primeiro minuto da partida.

No primeiro lance de perigo, Ntcham cobrou escanteio rasteiro para o bico da área e Dembélé apareceu livre para chutar de primeira. A bola desviou nas costas de Cavani, saiu do alcance do goleiro Areola e balançou a rede.

Passado o susto inicial, o time da casa acordou e, aos poucos, passou a ditar o ritmo do jogo com uma troca de passes precisa e dinâmica no campo do adversário.

O domínio começou a se converter em gols a partir dos nove minutos, quando Rabiot achou Neymar na entrada da área. O atacante jogou para a esquerda e, quase sem ângulo, chutou cruzado para deixar tudo igual.

Em lance parecido aos 22 minutos, desta vez com assistência de Verratti, o brasileiro recebeu na área e disparou com a perna canhota, sem chances para o goleiro Gordon, dando início à virada do time parisiense.

Muito dependente da habilidade de Dembélé, que chegou a dar trabalho para Marquinhos e Thiago Silva, o Celtic se mostrava limitado no ataque. A realidade era outra para o PSG, que aos 28 minutos fez mais um, com Cavani. Após lançamento na área, Neymar foi o garçom da vez e tocou para o uruguaio completar à queima-roupa.

O trio de ataque parisiense ainda faria mais um no primeiro tempo, com Mbappé. A grande sensação francesa, de 18 anos, recebeu de Marquinhos e aproveitou a ausência de marcação na área para fazer o dele.

A pressão parisiense continuaria na segunda etapa, e o quinto gol sairia aos 30 minutos, em uma falha da zaga adversária. Após arrancada pelo lado direito, Mbappé cruzou rasteiro e a defesa afastou o perigo para a frete da área. A bola sobrou para Verratti, que bateu de primeira e aumentou a vantagem.

Sem freio, o PSG buscou o sexto gol quatro minutos depois. Com velocidade, Kurzawa foi até a linha de fundo e cruzou na medida para Cavani acertar um belo chute cruzado. Mas ainda não havia terminado.

A goleada foi concretizada com Daniel Alves, a dez minutos para o fim. Sem marcação, o lateral-direito aproveitou uma sobra fora da área e chutou com muito efeito no ângulo de Gordon para marcar um dos gols mais bonitos da partida.

No mesmo horário, o Bayern de Munique, que também iniciou a rodada já classificado para as oitavas de final, venceu o Anderlecht por 2 a 1 fora de casa.

Após um primeiro tempo sem gols, Robert Lewandoski colocou os bávaros na frente, Hanni deixou tudo igual e Tolisso garantiu o triunfo. Apesar da vitória, Arjen Robben e Thiago Alcántara se lesionaram e precisaram ser substituídos.

A partida ainda contou com um protesto da torcida alemã, que levou cartazes e lançou cédulas de dinheiro ao gramado para criticar o alto preço dos ingressos disponibilizados pelo clube belga para os visitantes no estádio Constant Vanden Stock.



Ficha técnica:.

Paris Saint-Germain: Areola; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva, e Kurzawa; Verratti (Di Maria), Rabiot e Draxler (Pastore); Mbappé (Lo Celso), Cavani e Neymar. Técnico: Unai Emery.

Celtic: Gordon; Lustig (Bitton), Boyata, Simunovic e Tierney; Brown, Forrest, McGregor, Rogic e Ntcham (Eboué); Dembélé (Griffiths). Técnico: Brendan Rodgers.

Árbitro: Tasos Sidiropoulos (Grécia), auxiliado pelos compatriotas Polychronis Kostaras e Lazaros Dimitriadis.

Gols: Neymar (2), Cavani (2), Mbappé, Verratti e Daniel Alves (PSG); Dembélé (Celtic).

Cartões amarelos: Simunovic e Bitton (Celtic).

Estádio: Parc des Princes, em Paris (França).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte