Esporte

Árbitros portugueses adiam convocação de greve em até 20 dias

23/11/2017 16h19

Lisboa, 23 nov (EFE).- Os 76 árbitros profissionais do futebol português anunciaram um prazo de 20 dias para decidirem se convocarão uma greve, em resposta ao ambiente hostil gerado por críticas agressivas feitas por comentaristas.

Segundo confirmaram fontes da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) à Agência EFE, após uma reunião com o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), a intenção de convocar uma greve continua, mas os árbitros podem voltar atrás caso o ambiente volte a se tranquilizar.

Desta maneira, está suspensa a greve prevista para a próxima rodada do Campeonato Português, que começa nesta sexta-feira. Mesmo assim, os 76 árbitros mantêm o pedido formal para fazer a paralisação em um prazo de 20 dias caso a situação não mude.

Os árbitros reclamam das críticas incessantes feitas nos veículos de imprensa por comentaristas vinculados a diferentes clubes de futebol.

Segundo o regulamento do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), caso haja greve, as opções para os jogos acontecerem seriam a convocação de árbitros das divisões regionais e, até mesmo, estrangeiros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo