Topo

Copa 2018

Imprensa russa comemora sorteio, mas ironiza: "Suárez, não nos morda"

Yuri Kadobov/AFP
Diego Maradona sorteia Uruguai para o grupo da Rússia Imagem: Yuri Kadobov/AFP

03/12/2017 07h48

A imprensa russa não esconde que está feliz com a composição do grupo A da Copa do Mundo de 2018, batizado por alguns como "grupo da vida", no qual os anfitrões terão pela frente Egito, Arábia Saudita e o Uruguai, o mais temido dos adversários, e não somente pela qualidade técnica do atacante Luis Suárez.

"Suárez, não nos morda", escreveu em sua manchete o "Sport Express", principal jornal esportivo do país-sede do Mundial, ironizando a agressão do artilheiro do Barcelona ao zagueiro italiano Giorgio Chiellini na Copa do Mundo de 2014.

O jornal destaca que os melhores jogadores da 'Celeste', entre eles Suárez, já completaram 30 anos. Por isso, a Copa do Mundo da Rússia pode ser a última oportunidade para que eles brilhem.

"Os uruguaios são os claros favoritos no grupo A e devem ficar com o primeiro lugar tranquilamente", concorda o jornal "Gazeta.ru".

O "Gazeta.ru" destaca a qualidade individual de alguns jogadores uruguaios, citando Suárez, Edinson Cavani e o zagueiro Diego Godin.

"É o que falta às demais equipes do grupo", indica o jornal.

A partida de abertura do grupo - e da Copa do Mundo - será entre Rússia e Arábia Saudita. Para a imprensa local, os comandados de Stanislav Tchertchesov podem conseguir sem dificuldades os três pontos na estreia da competição.

Os anfitriões enfrentam no segundo jogo a desconhecida seleção do Egito, mas os jornais locais lembram do principal nome do adversário, o meia-atacante Mohammed Salah, do Liverpool.

No entanto, uma nova vitória praticamente colocaria a Rússia nas oitavas de final, tornando o jogo contra o Uruguai menos importante. Mas é exatamente o jogo contra a 'Celeste', em Samara, que está no foco dos russos, sendo alvo de especulações e brincadeiras.

"Os moradores dessa cidade russa poderão ver com seus próprios olhos como Suárez morderá (Georgi) Dzhikia, (Viktor) Vasin e outros defensores da Rússia", ironizou o site "Lenta.ru".

As brincadeiras com a "mordida" de Suárez também estão no histórico jornal "Sovetski Sport", que enumera em artigo as conquistas da seleção uruguaia e de seu principal atacante.

"O importante para Suárez será se conter para não ser punido outra vez por morder, como já ocorreu no Brasil", resume o "Sport Express".
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Copa 2018