Esporte

Atlético de Madrid empata com Chelsea e dá adeus à Liga; Roma lidera grupo

05/12/2017 21h07

Londres, 5 dez (EFE).- Semifinalista da Liga dos Campeões na última temporada, o Atlético de Madrid deu adeus precocemente à atual edição do torneio continental ao empatar nesta terça-feira com o Chelsea em 1 a 1 no estádio Stamford Bridge e ficar com a terceira posição do grupo C, que teve a Roma como líder e os próprios 'Blues' em segundo lugar.

A equipe londrina, que já estava classificada, precisava vencer para terminar no topo, mas tropeçou e foi a 11 pontos, mesmo número dos 'Giallorossi', que bateram o Qarabag por 1 a 0 no Estádio Olímpico. A representante italiana levou a melhor no primeiro critério de desempate, o confronto direto.

Já os 'Colchoneros' ficaram com a terceira posição, com sete pontos, cinco a mais que o campeão azerbaijano, ficou com uma vaga na fase de 16 avos de final da Liga Europa, da qual foi campeão em 2010 e 2012.

Na capital britânica, o Chelsea não contou com o zagueiro David Luiz, que se recupera de uma lesão no joelho, enquanto o meia Willian ficou no banco e entrou na segunda etapa. No 'Atleti', a principal ausência foi a do zagueiro Godín, que ficou no banco por escolha do técnico Diego Simeone. Juanfran, machucado, deu lugar na lateral direita ao improvisado Giménez.

O primeiro bom ataque foi dos 'Colchoneros', que levaram perigo logo aos quatro minutos de bola rolando. Fernando Torres recebeu na área, fez o giro e bateu. A bola resvalou em Azpilicueta e saiu pela linha de fundo.

Os 'Blues' tinham mais a bola e voltaram a assustar aos 16 minutos, em jogada de Morata. O ex-jogador do Real Madrid deslocou o goleiro Oblak com um bonito toque de categoria e tirou tinta da trave. Pouco depois, aos 22, o espanhol pegou a sobra e, de primeira, exigiu linda intervenção do camisa 13.

Oblak foi o grande nome do duelo na etapa inicial. Aos 36 minutos, Zappacosta tirou Partey para dançar e arrematou com força por baixo e obrigou o esloveno a se esticar todo para espalmar.

O Atlético voltou melhor do intervalo e acertou a trave aos sete minutos do segundo tempo, em tentativa de Filipe Luis. Na sobra, Courtois defendeu a batida de cabeça de Koke.

Três minutos depois, a equipe madrilenha abriu o placar. Após cobrança de escanteio, Fernando Torres desviou no primeiro pau e Saúl completou para a rede, fazendo 1 a 0.

Em desvantagem, Conte mandou Pedro a campo, o que fez com que o Chelsea voltasse a ter a intensidade vista antes do intervalo. Aos 22, o espanhol fez bonita jogada individual e chutou por baixo, mas também parou em Oblak.

Após tantas grandes defesas, o goleiro 'colchonero' acabou sendo vazado por um fogo amigo. Aos 29 minutos, logo após a entrada de Willian na vaga de Zappacosta, Hazard desceu pela esquerda e mandou rasteiro para a área. Savic falhou no corte e marcou contra.

A virada poderia ter acontecido em seguida, aos 31 minutos, mas esta Oblak conseguiu defender. Morata aproveitou espaço no sistema defensivo dos visitantes e chutou com categoria, mas não suficientemente para superar o camisa 13.

Na única chance que teve em todo o jogo, Willian falhou feio. Aos 37, o jogador da seleção brasileira foi acionado por Hazard e, mesmo sem pressão alguma da marcação, arrematou para fora. A última oportunidade, aos 46, foi de Batshuayi, que tabelou com Fàbregas e também mandou pela linha de fundo.

No Estádio Olímpico, o gol que garantiu à Roma a vitória sobre o Qarabag e o primeiro lugar do grupo foi de Perotti. Aos oito minutos do segundo tempo, após bonita linha de passes, Dzeko chutou. Sehic fez grande defesa, mas o argentino marcou no rebote.



Ficha técnica:.

Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Christensen e Cahill; Moses, Kanté, Fàbregas, Bakayoko (Pedro) e Zappacosta (Willian); Hazard e Morata (Batshuayi). Técnico: Antonio Conte.

Atlético de Madrid: Oblak; Giménez (Vietto), Savic, Hernández e Filipe Luís; Gabi (Correa), Saúl, Partey e Koke; Griezmann e Torres (Ferreira Carrasco). Técnico: Diego Simeone.

Árbitro: Danny Makkelie (Holanda), auxiliado pelos compatriotas Mario Diks e Hessel Steegstra.

Cartões amarelos: Zappacosta (Chelsea); Hernández (Atlético de Madrid).

Gols: Savic (contra) (Chelsea); Saúl (Atlético de Madrid).

Estádio: Stamford Bridge, em Londres.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo