Esporte

United sofre, mas vence CSKA de Vitinho e avança em 1º; Basel se classifica

05/12/2017 21h07

Manchester (Inglaterra), 5 dez (EFE).- O Manchester United sofreu para superar a boa atuação do goleiro russo Igor Akinfeev, mas venceu em casa nesta terça-feira o CSKA Moscou por 2 a 1, de virada, e garantiu a primeira colocação do grupo A da Liga dos Campeões, pelo qual o Basel também avançou.

No estádio Old Trafford, os visitantes saíram na frente aos 45 minutos do primeiro tempo, quando Vitinho finalizou, a bola bateu no meia Alan Dzagoev e entrou. No primeiro momento, o gol chegou a ser creditado para o russo, mas, a arbitragem, em seguida, colocou na conta do ex-jogador de Botafogo e Internacional.

Depois de passar a etapa inicial sofrendo com defesas de Akinfeev, o United voltou a sofrer com o goleiro depois do intervalo, mas conseguiu arrancar a virada em dois minutos, com gol do atacante belga Romelu Lukaku, aos 19, e do atacante inglês Marcus Rashford, aos 21.

Com a vitória, os Diabos Vermelhos chegaram a 15 pontos e avançaram na primeira colocação. O CSKA Moscou, por sua vez, fechou a disputa da chave com nove, três atrás do Basel, que avançou em segundo, após a vitória sobre o Benfica por 2 a 0, fora de casa.

Para o jogo desta terça-feira, o técnico português José Mourinho escalou o United com seis mudanças, com relação a vitória sobre o Arsenal por 3 a 1, sábado, pelo Campeonato Inglês. A principal novidade foi o retorno do lateral-esquerdo Luke Shaw, que não era titular há 219 dias, devido a uma grave lesão.

O CSKA Moscou, por sua vez, chegou com muitos desfalques, como os meias Pontus Wernbloom e Bibras Natkho, suspensos, e o meia-atacante Georgi Milanov, lesionado. A dor de cabeça para o técnico Viktor Goncharenko foi tão grande que o time, que tinha Mário Fernandes e Vitinho na formação inicial, só contou com seis reservas.

Buscando a vitória que garantiria a primeira colocação da chave, independente de qualquer outro resultado, o United partiu para cima desde o apito inicial. Logo aos 3 minutos, Lukaku serviu Rashford, que acertou a trave defendida por Akinfeev.

O goleiro russo trabalhou muito bem aos 14, quando Mata, dessa vez, deu o passe para o jovem atacante inglês, que bateu rasteiro e ficou perto de abrir o marcador. O titular da meta da seleção anfitriã da Copa do Mundo de 2018 fez outra defesa aos 20, em chute de Shaw.

Aos poucos, a pressão do Manchester United foi diminuindo e as chances de gol se tornando mais raras. Até que, aos 45, Mário Fernandes cruzou da direita, achou Vitinho, que finalizou nas costas do impedido Dzagoev, em desvio que tirou as chances do goleiro Romero.

Na etapa complementar, os Diabos Vermelhos prepararam uma 'blitz' para buscar a virada. Logo aos 2 minutos, Rashford apareceu mais uma vez, para obrigar Akinfeev a fazer mais uma ótima intervenção. Aos 9, após cruzamento de Mata, Smalling ficou perto de marcar, mas acabou errando cabeçada.

O esperado gol dos anfitriões veio para explodir a torcida aos 19 do segundo tempo, quando Pogba fez lançamento primoroso e achou Lukaku na área. O belga se esticou todo, chegando na frente de zagueiro e deu leve toque para o fundo das redes.

Não demorou e a virada veio aos 21 minutos, quando Mata foi o responsável pelo passe açucarado, e achou Rashford, que, enfim conseguiu superar Akinfeev e balançar as redes na partida.

Após marcar duas vezes, o United diminuiu muito o ritmo na partida. Aos 39, por pouco o CSKA não conseguiu deixar tudo igual, quando Dzagoev bateu, e o goleiro Romero fez grande defesa, com os pés, praticamente, assegurando os três pontos.

Em Portugal, o Benfica fechou melancólica campanha, em que não marcou pontos, perdendo para o Basel por 2 a 0. A equipe suíça avançou de fase graças aos gols do meia-atacante norueguês Mohamed Elyounoussi e o do atacante suíço Dimitri Oberlin.

Com o revés, os Encarnados, que tiveram Douglas e Jardel entre os titulares, e Gabigol e Jonas entrando na etapa complementar, não conseguiram sequer disputar a sequência da Liga Europa, direito que cabe ao terceiro colocado de cada chave nesta fase.



Ficha técnica:.

Manchester United: Romero; Lindelof, Smalling e Blind; Valencia (Tuanzebe), Pogba, Herrera (McTominay) e Shaw; Mata, Rashford (Martial) e Lukaku. Técnico: José Mourinho.

CSKA Moscou: Akinfeev; Vasili Berezutski, Vasin e Ignashevich; Mário Fernandes, Golovin, Kuchaev, Vitinho, Dzagoev e Nababkin (Hosonov); Chalov (Gordyushenko). Técnico: Viktor Goncharenko.

Árbitros: Gianluca Rocchi (Itália), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini.

Gols: Lukaku e Rashford (Manchester United); Vitinho (CSKA Moscou).

Cartões amarelos: McTominay (Manchester United); e Berezutski (CSKA Moscou).

Estádio: Old Trafford, em Manchester (Inglaterra).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo