Esporte

Real vence com nova marca de CR7, mas fica atrás do Tottenham no grupo H

06/12/2017 19h51

Madri, 6 dez (EFE).- O Real Madrid encerrou sua participação no grupo H da Liga dos Campeões nesta quarta-feira vencendo o Borussia Dortmund por 3 a 2 no estádio Santiago Bernabéu, com direito a gol histórico de Cristiano Ronaldo, mas teve de se contentar com o segundo lugar da chave.

O Real, que já tinha presença no mata-mata garantida, fechou a campanha com 13 pontos, três a menos que o Tottenham, que derrotou o APOEL Nicosia por 3 a 0 em Londres. O time espanhol abriu 2 a 0, com Mayoral e Cristiano, que se tornou o primeiro jogador a balançar a rede nas seis partidas que disputou na fase de grupos. Neymar poderia ter obtido essa marca ontem, mas passou em branco na derrota do Paris Saint-Germain para o Bayern de Munique por 3 a 1 na Allianz Arena.

Aubameyang descontou para os 'Aurinegros' pouco antes do intervalo e empatou no começo da segunda etapa, mas Vázquez, em uma finalização mal executada, mas certeira, selou o triunfo dos atuais campeões.

O Dortmund, que já não tinha chances de classificação, ao menos ficou com a terceira posição e uma vaga nos 16 avos de final da Liga Europa. O time alemão somou dois pontos, mesmo número do APOEL, mas levou a melhor no saldo de gols.

Como o Real já estava classificado e ciente de que está por vir uma sequência dura, com partidas pelo Campeonato Espanhol e pelo Mundial de Clubes, com direito a viagem para os Emirados Árabes, o técnico Zinedine Zidane poupou forças. Cinco atletas considerados titulares começaram jogando: o goleiro Navas, os zagueiros Sergio Ramos e Varane, o volante Casemiro e Cristiano Ronaldo.

No Dortmund, Peter Bosz apostou num 3-4-3 atípico, com Bartra como um ala pela direita. Na esquerda, Schmelzer atuou mais recuado, dando espaço para as investidas de Guerreiro. Pulisic e Kagawa foram pontas mais fechados, se aproximando de Aubameyang.

O Real teve um começo avassalador e abriu frente ainda no primeiro terço da etapa inicial. Logo aos sete minutos, Cristiano Ronaçdo encarou a marcação e lançou para a área até Isco. O meia falhou no domínio, mas Mayoral ficou com a bola e encobriu o goleiro Bürki com um leve toque, fazendo 1 a 0.

A torcida local ainda comemorava o primeiro tempo quando, aos 11, Cristiano marcou o gol histórico. Nacho inverteu da direita para a esquerda, o craque português cortou para o meio e finalizou no ângulo para aumentar.

O time anfitrião diminuiu um pouco o ritmo e ainda esbarrava em certo desentrosamento, mas mesmo assim continuou atacando mais. Aos 21, Hernández passou por dois defensores pela esquerda e chutou cruzado para fora.

O primeiro ataque de maior perigo do Dortmund aconteceu apenas aos 25, quando Kagawa adiantou e Guerreiro deu de primeira para a área buscando Aubameyang, que não alcançou por centímetros. Um minuto depois, Pulisic fez fila na defesa 'blanca' e tocou para Kagawa, que parou no goleiro Navas.

A bola ainda ficava mais com o Real, mas os 'Aurinegros' foram se tornando mais perigosos. Aos 34 minutos, a bola foi de pé em pé até chegar a 'Auba', que arrematou cruzado e errou o alvo por pouco.

A evolução do time alemão dentro do jogo enfim surtiu efeito aos 43 minutos. Asensio, que entrara em lugar de Varane, machucado, cochilou na defesa e perdeu para Schmelzer. O defensor cruzou na medida para Aubameyang, que cabeceou com estilo e descontou.

A ida para o vestiário não esfriou o atacante gabonês, quer deixou tudo igual logo aos três minutos da segunda etapa. Kagawa tocou de letra para o africano, que parou em Navas na primeira tentativa, mas empatou no rebote com um lindo toque por cobertura.

Cristiano Ronaldo teve tudo para recolocar o atual campeão em vantagem pouco depois, aos seis, mas errou. Isco fez o desarme no ataque e serviu o craque português, que pegou de primeira e mandou pela linha de fundo.

Após um início de etapa quente, o jogo foi perdendo em emoção, e as jogadas trabalhadas foram se tornando escassas. Aos 17, Pulisic brigou com dois e caiu na área querendo pênalti. O jogador americano teve seu pedido negado e ainda levou uma bronca de Sergio Ramos.

O Real voltou a pressionar a partir dos 25 minutos, com um chute de fora de Asensio defendido firme por Bürki. Em seguida, aos 28, Ceballos, que entrara na vaga de Kovacic, arrematou mirando o ângulo, mas o goleiro do Dortmund pegou novamente. Ele ainda segurou um cabeceio de Cristiano, aos 31.

O prêmio por se esforçar mais que o adversário nas busca pela vitória foi dado ao campeão espanhol aos 35 minutos, em um lance de alguma sorte. Após confusão na área, Mayoral preparou de cabeça e Vázquez pegou estranho na bola, mas mesmo assim balançou a rede e desempatou.

Ainda houve uma última boa investida dos 'Aurinegros', que, contudo, pecaram no arremate e foram derrotados. Aos 41, Kagawa driblou na entrada da área e ficou livre de frente para Navas, mas bateu com muita força e isolou.

No estádio de Wembley, na capital inglesa, o Tottenham confirmou a liderança da chave sem traumas. Llorente e Son abriram 2 a 0 para os 'Spurs' ainda na primeira etapa, e N'Koudou, com um gol aos 35 minutos do segundo tempo, fechou o placar.



Ficha técnica:.

Real Madrid: Navas; Nacho, Sergio Ramos, Varane (Asensio) e Hernández; Casemiro, Kovacic (Ceballos) e Isco (Llorente); Vázquez, Cristiano Ronaldo e Mayoral. Tecnico: Zinedine Zidane.

Borussia Dortmund: Bürki; Sokratis, Subotic e Schmelzer; Bartra (Toprak), Sahin (Weigl), Dahoud e Guerreiro; Pulisic, Kagawa (Yarmolenko) e Aubameyang. Técnico: Peter Bosz.

Árbitro: Pavel Kralovec (República Tcheca), auxiliad pelo compatriota Ivo Nadvornik e pelo eslovaco Roman Slysko.

Cartão amarelo: Bartra (Borussia Dortmund).

Gols: Mayoral, Cristiano Ronaldo e Vázquez (Real Madrid); Aubameyang (2x) (Borussia Dortmund).

Estádio: Santiago Bernabéu, em Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo