Topo

Esporte

Shakhtar vence City com Tite no estádio e vai às oitavas da Champions

06/12/2017 19h47

Kharkiv (Ucrânia), 6 dez (EFE).- O Shakhtar Donetsk venceu nesta quarta-feira o Manchester City por 2 a 1, na Ucrânia, e avançou às oitavas de final da Liga dos Campeões em um jogo com dois gols de brasileiros e assistido in loco pelo técnico da seleção, Tite.

O placar foi aberto aos 26 minutos do primeiro tempo pelo atacante Bernard, que não defende a camisa verde e amarela desde 8 julho de 2014, na goleada sofrida para a Alemanha por 7 a 1, nas semifinais da Copa do Mundo. O jogador ganhou elogios recentemente do técnico espanhol Josep Guardiola, comandante dos 'Citizens', que na ocasião, no entanto, errou seu nome, chamando-o de Bertrand.

O Shakhtar ampliou pouco depois, as 33, quando o lateral-esquerdo Ismaily, ex-Vitória, marcou depois de receber passe do meia Marlos, que atualmente defende a seleção ucraniana. O ex-jogador de Coritiba e São Paulo também foi responsável pela assistência do primeiro gol.

Nos instantes finais do segundo tempo, o atacante Gabriel Jesus foi derrubado na área, e o atacante argentino Sergio Aguero, que entrou no decorrer da partida, cobrou pênalti, fazendo o gol de honra dos visitantes.

Os gols de compatriotas marcaram o primeiro revés do atacante da seleção em jogo por competição oficial desde 29 de outubro de 2016, quando o atacante do City esteve em campo na derrota do Palmeiras para o Santos por 2 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. O único revés no período havia acontecido em amistoso dos comandados por Tite com a Argentina.

Com a vitória, o time ucraniano, que só precisava do empate para avançar, chegou a 12 pontos, garantindo a segunda colocação do grupo F. Os comandados por Guardiola já estavam classificados e com primeiro lugar assegurado e terminaram com 15 pontos.

O revés, aliás, encerrou uma invencibilidade do Manchester City na temporada, em todas as competições. A equipe já havia entrado em campo 22 vezes, obtendo 20 vitórias.

Para o jogo desta quarta-feira, os 'Citizens' entraram com inúmeros reservas, entre eles o meia inglês Phil Foden, que atuou como lateral-esquerdo e se tornou o mais jovem a ser titular da competição pela equipe, com 17 anos e 191 dias.

Como era de se esperar, não faltaram brasileiros em campo. Pela equipe inglesa, começaram jogando Danilo, Fernandinho - que encontrava a antiga equipe - e Gabriel Jesus. No Shakhtar, a formação inicial teve Ismaily, Fred, Marlos - que se naturalizou ucraniano -, Taison e Bernard.

Na etapa complementar, Márcio Azevedo saiu do banco de reservas e foi o sexto brasileiro em campo pelo time anfitrião.

O jogo, disputado sob temperatura de 0ºC, começou bastante frio. Os donos da casa, embora só precisassem de um empate para carimbar passaporte às oitavas, começaram mais ofensivos. A primeira chance, no entanto, veio só aos 20 minutos do primeiro tempo, quando Taison finalizou para a defesa de Ederson.

Em ótima trama, aos 26, Marlos recebeu na entrada da área e serviu Bernard, que dominou no lado esquerdo, cortou para o meio e bateu com muita categoria, acertando o ângulo esquerdo de Ederson, abrindo o marcador para os anfitriões.

O time ucraniano ficou ainda mais perto da vaga ao ampliar o placar aos 33 minutos, quando Marlos trabalhou como garçom mais uma vez e achou Ismaily livre na esquerda. O lateral se aproveitou da saída errada do goleiro do City e, livre, tocou bem para estufar as redes.

Nos minutos finais do primeiro tempo, os dois times tiveram ótimas oportunidades para mexer no placar. Primeiro, aos 41, Gabriel Jesus foi lançado, tentou driblar Pyatov, mas acabou desarmado pelo goleiro. Dois minutos depois, Taison enfileirou a marcação e bateu por cima do gol.

O panorama do início da segunda etapa foi muito parecido ao da primeira, com os donos da casa pressionando. Aos 6 minutos, Taison pegou sobra, arrancou e soltou forte chute, que passou por cima do travessão.

Embora não mostrasse grande ímpeto para buscar a reação, ao menos na teoria, Guardiola lançou mão de suas armas, colocando, aos 24 minutos, Aguero na vaga de Fernandinho.

Quem deu susto no Shakhtar, aos 33, no entanto, não foi o camisa 10, mas sim Gabriel Jesus, que recebeu na área, após cruzamento de Foden, se antecipou a Pyatov e acertou a trave, ficando perto de balançar as redes.

Nos acréscimos da etapa complementar, Butko derrubou Gabriel Jesus na área, e o árbitro francês Benoit Bastien marcou pênalti. Aguero encheu o pé, deixou Pyatov estático em cima da linha e descontou para os visitantes.

No outro jogo da chave, o Napoli, que precisava vencer o Feyenoord, na Holanda, e torcer por revés do Shakhtar Donetsk na Ucrânia, perdendo duelo por 2 a 1, de virada. Ainda assim, a equipe italiana ficou na terceira posição e disputará a sequência da Liga Europa.

O meia polonês Piotr Zielinski abriu o placar para os visitantes logo aos 2 minutos do primeiro tempo. O atacante dinamarquês Nicolai Jorgensen deixou tudo igual para a equipe de Roterdã, ainda na etapa inicial, balançando as redes aos 33.

Nos instantes finais, o time do volante Allan, ex-Vasco, que foi titular, ficou com um homem a mais em campo, devido a expulsão do meia-atacante holandês Tonny Vilhena. Ainda assim, o Napoli sofreu o segundo gol nos acréscimos, quando o zagueiro holandês Jeremiah St. Juste garantiu a primeira vitória do Feyenoord na competição.



Ficha técnica:.

Shakhtar Donetsk: Pyatov; Butko, Ordets, Rakitsky e Ismaily (Márcio Azevedo); Fred, Stepanenko, Marlos (Kovalenko), Taison e Bernard; Ferreyra (Khocholava). Técnico: Paulo Fonseca.

Manchester City: Ederson; Danilo, Adarabioyo, Mangala e Foden; Gundogan, Fernandinho (Aguero) e Touré; Bernardo Silva, Sané (Díaz) e Gabriel Jesus. Técnico: Josep Guardiola.

Árbitro: Benoit Bastien (França), auxiliado pelos compatriotas Hicham Zakrani e Frédéric Haquette.

Gols: Bernard e Ismaily (Shakhtar Donetsk); Aguero (Manchester City).

Cartões amarelos: Rakitskiy (Shakhtar Donetsk); Danilo e Gundogan (Manchester City).

Estádio: Metalist Stadion, em Kharkiv (Ucrânia).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte