Esporte

Ninguém segura: City vence clássico e abre 11 pontos de vantagem na liderança

10/12/2017 17h31

Redação Central, 10 dez (EFE).- O Manchester City venceu o clássico contra o Manchester United por 2 a 1 neste domingo no estádio Old Trafford, pela 16ª rodada do Campeonato Inglês, quebrou uma longa invencibilidade do rival como mandante e deu sequência ao melhor início de campanha da história da competição.

Com o resultado obtido no dérbi, os 'Citizens' chegaram a 15 vitórias e um empate em 16 partidas, algo inédito no torneio. Dessa forma, já soma 46 pontos, 11 de vantagem para o segundo colocado, justamente o United, e caminha a passos largos rumo ao título.

No duelo particular entre os técnicos, melhor para Josep Guadiola, que obteve o nono triunfo em 20 confrontos com José Mourinho. O português levou a melhor apenas quatro vezes, e houve sete empates entre eles.

Mourinho e Guardiola foram fiéis ao seu estilo. Os 'Citizens', com Ederson, Fernandinho e Gabriel Jesus entre os titulares, tiveram mais a bola desde o começo diante de um adversário que preferiu manter-se em seu campo para marcar forte e tentar sair no contra-ataque.

O goleiro De Gea salvou os 'Diabos Vermelhos' em pelo menos duas ocasiões, mas não evitou que os visitantes abrissem o placar aos 43 minutos do primeiro tempo. Após escanteio da direita, Otamendi cabeceou, a bola bateu em Lukaku e sobrou limpa para David Silva, que não bobeou e fez 1 a 0.

O empate veio instantes depois, aos 47. Delph e Otamendi bobearam e não cortaram o lançamento, Rashford recolheu e concluiu colocado, tirando do goleiro Ederson.

O ritmo caiu na segunda etapa, mas a maior posse continuou sendo do City, que desempatou aos nove minutos. Em outra jogada de bola parada, Silva bateu falta da esquerda, Lukaku afastou mal e carimbou Smalling. Atento à sobra, Otamendi emendou um voleio e recolocou os comandados de Guardiola à frente.

Sem alternativa, Mourinho lançou o United ao ataque. Contudo, os donos da casa tiveram dificuldades diante de uma defesa bem postada e de um goleiro em boa fase. Aos 38, Martial cruzou por baixo, Lukaku desviou e acertou o rosto de Ederson, que se recuperou da pancada e espalmou quando Mata pegou o rebote.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo