Topo

Esporte

Grêmio enfrenta Pachuca no Mundial em 1º passo rumo ao sonho do bicampeonato

11/12/2017 16h23

Redação Central, 11 dez (EFE).- Duas semanas após conquistar a Taça Libertadores, o time titular do Grêmio volta a campo nesta terça-feira para mais uma decisão, desta vez contra o Pachuca, campeão da Liga dos Campeões da Concacaf e primeiro obstáculo no caminho do tão sonhado bicampeonato do Mundial de Clubes.

O confronto, válido pelas semifinais, será disputado às 15h (horário de Brasília) na cidade de Al Ain, nos Emirados Árabes. O vencedor enfrentará quem levar a melhor no confronto entre Real Madrid e Al Jazira, que jogarão na quarta-feira.

Enquanto esta semifinal marca a estreia do Grêmio, para chegar à partida o Pachuca precisou vencer por 1 a 0 na segunda fase do torneio o Wydad Casablanca, do Marrocos, mas não impressionou.

Após um tempo regulamentar sem gols, o clube mexicano, que tinha um jogador a mais desde os 24 minutos do segundo tempo devido a uma expulsão adversária, só conseguiu balançar a rede no fim do segundo tempo da prorrogação, com o meia Victor Guzmán.

"A partida ficou complicada porque entramos nervosos e tensos, mas conforme passaram os minutos nos adaptamos. É preciso vencer quem estiver na sua frente. Seja quem for, acho que podemos conseguir", admitiu o autor do gol, ao antecipar o confronto contra o Grêmio.

Caso passe pelo Grêmio, o Pachuca se tornará a primeira equipe da Concacaf a disputar a final do Mundial. No Grêmio, outra motivação para ganhar é não repetir o que houve com o Internacional em 2010, quando o arquirrival foi eliminado pelo Mazembe, da República Democrática do Congo, ainda nas semifinais.

Embora tenha utilizado um time misto a última rodada do Campeonato Brasileiro para poupar os titulares, o Grêmio não poderá jogar com força máxima devido ao desfalque do volante Arthur, que se lesionou na final da Libertadores e não disputará o Mundial.

O principal pilar da equipe em campo é Luan, um dos jogadores mais visados do futebol brasileiro, campeão olímpico em 2016 e vice-artilheiro da Libertadores, com 12 gols marcados.

Fora de campo, a esperança recai em Renato Gaúcho, o primeiro brasileiro a ser campeão da Libertadores como jogador e técnico, o que também pode acontecer no Mundial de Clubes, que o ex-atacante conquistou com o próprio Grêmio em 1983.

O técnico ainda mantém a dúvida sobre quem será o substituto de Arthur no meio de campo, com Michel e Maicon como principais candidatos. No Pachuca, a principal preocupação do treinador Diego Alonso é recuperar os jogadores após a vitória sobre o Wydad, que gerou grande desgaste com a prorrogação.



Prováveis escalações:.

Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Bressan e Cortez; Jailson, Michel (Maicon), Ramiro, Fernandinho e Luan; Lucas Barrios. Técnico: Renato Gaúcho.

Pachuca: Pérez; Martínez, Herrera, Murillo e García; Hernández, Aguirre, Guzmán e Honda; Urretaviscaya e Sagal. Técnico: Diego Alonso.

Árbitro: Felix Brych (Alemanha), auxiliado pelos compatriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Estádio: Hazza Bin Zayed, em Al Ain (Emirados Árabes).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte