Topo

Esporte

Justiça decreta prisão domiciliar de irmão de Messi por posse de arma

Reprodução
Messi e irmão chegam em tribunal na Espanha Imagem: Reprodução

11/12/2017 18h15

Buenos Aires, 11 dez (EFE).- Matías Messi, um dos irmãos do atacante Lionel Messi, terá de cumprir prisão domiciliar pela posse de uma pistola Bersa 380, arma considerada de uso militar na Argentina, encontrada na lancha na qual ele sofreu um acidente.

O juiz Andrés Donnola resolveu, como medida cautelar, determinar a prisão domiciliar do irmão do craque do Barcelona nesta segunda-feira, mesmo dia em que Matías recebeu alta de um hospital de Rosario, onde estava internado por causa do acidente.

Matías foi encontrado ferido no último dia 30 de novembro na lancha, onde também estava a arma, não registrada e carregada. O promotor José Caterina acusou o irmão de Messi de porte ilegal de arma, crime pelo qual ele pode permanecer até oito anos na prisão.

O advogado de Matías, Ignacio Carbone, disse à rádio "El Mundo" que a arma não pertence ao seu cliente e que a Promotoria deve provar o contrário para haver uma condenação.

"Isso é alvo de investigação. Encontraram Matías às 5h30 e reportaram à família que acharam a arma às 18h", disse Carbone.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte