Topo

Esporte

Grêmio pega Real Madrid no passo final na missão de "acabar com o planeta"

15/12/2017 17h50

Redação Central, 15 dez (EFE).- "Nós vamos ser campeões do mundo! Nós vamos acabar com o planeta!", disse um torcedor do Grêmio, em áudio que viralizou nas redes sociais, após os gols de Pedro Rocha na vitória sobre o Atlético Mineiro por 3 a 1, na ida da decisão da Copa do Brasil de 2016, missão que pode ser completada neste sábado.

Após conquistar a competição nacional, e, neste ano, erguer o troféu da Taça Libertadores, na final do Campeonato Mundial de Clubes, o Tricolor Imortal terá pela frente, às 15h (horário de Brasília), o poderoso e bilionário Real Madrid, no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

O clube gaúcho, que estreia no formato atual do torneio, vigente desde 2005, tenta o segundo título mundial. O primeiro troféu foi erguido em 1983, com a vitória sobre o Hamburgo, da Alemanha Ocidental, por 2 a 1. Passados 12 anos, a equipe sucumbiu nos pênaltis para o Ajax, da Holanda.

Assim como na primeira conquista, o Grêmio conta com Renato Gaúcho - ou Portaluppi, como é chamado no Rio Grande do Sul -, jogador do elenco comandado por Valdir Espinosa há 34 anos, autor, inclusive, dos dois gols da decisão disputada em Tóquio, no Japão; e agora treinador do time.

O lendário camisa 7 do Tricolor, aliás, chamou para si o protagonismo nos dias que antecederam a decisão em Abu Dhabi, voltando a afirmar que foi melhor que o atacante português Cristiano Ronaldo, grande destaque individual do Real Madrid.

"Eu mantenho. E por isso admiro o Cristiano Ronaldo. É um grande campeão, todos os anos procura quebrar os próprios recordes. É também muito generoso fora das quatro linhas, o que eu admiro muito. Mas é muito fácil vocês, que não me viram jogar, elogiar o Cristiano Ronaldo, mas para saber o que joguei teriam que falar com muitas pessoas que me viram jogar também", garantiu o técnico gremista.

As afirmações do ex-atacante repercutiram no rival, com direito a declaração de Zidane em entrevista coletiva. O comandante francês, outro que brilhou nos gramados, inclusive campeão mundial com o Real em 2002, em vitória sobre o Olimpia, do Paraguai, por 2 a 0, evitou polemizar com o companheiro de profissão.

"É um pouco forte, mas tudo bem. Cada um pode dizer o que pensa, e ele tem esse direito. Foi um bom jogador, mas não concordo que melhor foi que Cristiano. Mas é o que disse e é preciso respeitá-lo", disse o algoz do Brasil nas Copas do Mundo de 1998 e 2006.

Além das comparações com o atual vencedor dos prêmios The Best, da Fifa, e da Bola de Ouro, da revista francesa "France Football", Renato Gaúcho ainda aproveitou para fazer mistério sobre a escalação do comandante de ataque, entre o paraguaio Lucas Barrios e Jael.

"A gente tem um grupo. Uma hora antes vocês vão saber a escalação. O mais importante de tudo é que todos os jogadores estão preparados. Todo mundo está bem, quer jogar, mas só 11 podem começar. Quem ficar do meu lado no banco pode ter certeza que também está preparado e tem condições de atuar", disse o técnico.

No mais, a expectativa é que o Grêmio atue com o mesmo time que começou jogando com o Pachuca, nas semifinais. Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson, Michel e Ramiro; Luan e Fernandinho deverão estar em campo no apito inicial.

O Real Madrid, por sua vez, chega para a decisão na condição de detentor do título do torneio, vencedor das últimas duas edições da Liga dos Campeões da Europa, além de atual campeão espanhol, da Supercopa da Espanha e da Supercopa Europeia, podendo levantar o quinto troféu do ano.

O poderio do time 'blanco', no entanto, ficou amplamente abalado na última quarta-feira, já nesta edição do Mundial, com a suada vitória sobre o Al Jazira, representante dos Emirados Árabes na competição, por 2 a 1, em insólita virada.

O anfitriões sairam na frente aos 41 minutos do primeiro tempo, com gol do atacante Romarinho, ex-Corinthians. Aos 8 da etapa final, o atacante português Cristiano Ronaldo empatou. A 'remontada', como dizem os espanhóis veio aos 41 do segundo tempo, com o meia-atacante galês Gareth Bale.

O Al Jazira chegou a ficar perto da vitória, ao balançar as redes aos 2 minutos do segundo tempo, quando o meia-atacante marroquinho Mbark Boussoufa marcou, mas em posição irregular após receber passe de Ali Mabkhout, que estava de frente para o goleiro costarriquenho Keylor Navas. O lance acabou anulado após revisão de vídeo.

"Não acho que fomos mal, especialmente, com a bola nos pés, criando chances. Foi anormal não marcar um gol nos primeiros 45 minutos. Teria sido um jogo diferente, se marcássemos. Agora, devemos fazer melhor, porque é a final. Pensamos jogar mais, porque enfrentaremos um rival bem mais complicado", disse Zidane.

Para a final deste sábado, o três titulares preservados nas semifinais deverão aparecer no time titular, o lateral-direito Dani Carvajal, o zagueiro e capitão Sergio Ramos, que precisará de infiltração por causa de dores nas costas para entrar em campo, e o meia alemão Toni Kroos.

Dessa forma, Achraf Hakimi, Nacho e Mateo Kovacic, respectivamente, que começaram jogando contra o Al Jazira, deixarão o 11 inicial. Os dois brasileiros do elenco 'blanco', o lateral-esquerdo Marcelo e o volante Casemiro, provavelmente, estarão em campo no apito inicial.



Prováveis escalações:.

Real Madrid: Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Isco, Cristiano Ronaldo e Benzema. Técnico: Zinedine Zidane.

Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Jaílson, Ramiro e Luan; Fernandinho e Barrios (ou Jael). Técnico: Renato Gaúcho.

Árbitro: César Arturo Ramos (México), auxiliado pelos compatriotas Marvin Torrentera e Miguel Ángel Hernández.

Estádio: Zayed Sports City, em Abu Dhabi (Emirados Árabes).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte