Topo

Esporte

Punição a tenista polonês acusado de entregar jogo sobe de 7 para 8,5 anos

19/12/2017 19h49

Redação Central, 19 dez (EFE).- O tenista polonês Piotr Gadomski, que em 2015 foi suspenso por sete anos acusado de combinar resultados, teve a punição aumentada para oito anos e meio por, segundo a Unidade de Integridade do Tênis (TIU), ter descumprido os termos do gancho.

Gadomski, de 26 anos, admitiu de ter estado nas instalações de Wimbledon durante a disputa do qualifying da edição de 2016 do torneio, o que, segundo a TIU, representa uma violação à suspensão. Entretanto, o aumento do período só será colocado em prática caso ele volte a infringir as normas do Programa Anticorrupção da modalidade.

O polonês, que não tem títulos em nível ATP ou mesmo de Challenger, alcançou o melhor ranking da carreira em abril de 2014, com a 338ª colocação.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte