Topo

Esporte

Por "má fase", Sevilla demite técnico recém-operado de câncer

Jon Nazca/Reuters
Eduardo Berizzo, técnico do Sevilla Imagem: Jon Nazca/Reuters

22/12/2017 17h39

O Conselho de Administração do Sevilla decidiu nesta sexta-feira (22) demitir o técnico da equipe, o argentino Eduardo Berizzo, devido aos resultados ruins do time no Campeonato Espanhol.

"O Sevilla quer deixar registrado nosso agradecimento a Eduardo Berizzo por seu profissionalismo e entrega, assim como pelo bom tratamento dispensado a todos os membros do clube desde sua chegada", afirmou o clube em nota.

Por outro lado, o Sevilla afirmou que já iniciou conversas para formalizar a contratação de um novo treinador. Segundo o clube, isso deve ocorrer depois do recesso natalino do Espanhol. A imprensa espanhola aponta dois candidatos a substituí-lo: Javi Gracia, atual treinador do Rubin Kazan, e Luis Enrique, que deixou o Barcelona após a última temporada.

Berizzo passou quarto partidas longe do banco do Sevilla após ser diagnosticado com um câncer de próstata. Como parte do tratamento da doença, o argentino passou por uma cirurgia no dia 28 de novembro e só voltou ao comando da equipe no último fim de semana.

O treinador acompanhou os últimos dois jogos do banco de reservas: empate sem gols com o Levante e derrota por 3 a 1 para a Real Sociedad.

Ainda assim, o Sevilla ocupa a quinta posição do Espanhol, com 29 pontos, dentro da zona de classificação para a Liga Europa e dois pontos atrás do Real Madrid, último com vaga na próxima Liga dos Campeões. No entanto, os resultados em campo não agradaram a diretoria do clube, que decidiu demiti-lo.

Mais Esporte