Topo

Esporte

Gabriel Jesus pode ficar entre 1 e 2 meses fora do City, diz Guardiola

31/12/2017 13h42

Redação Central, 31 dez (EFE).- O atacante Gabriel Jesus pode ficar até 60 dias afastado dos gramados, conforme revelou neste domingo o técnico espanhol Josep Guardiola, do Manchester City, após empate com o Crystal Palace em 0 a 0, em Londres, pela 21ª rodada do Campeonato Inglês.

"Pode ser que tenhamos tido sorte, e que ele só fique fora um ou dois meses", disse o comandante 'citizen', em entrevista concedida à emissora britânica "BT Sports".

Aos 23 minutos do primeiro tempo, Gabriel Jesus deixou a partida com o Palace chorando muito, ao lesionar o joelho esquerdo sozinho, em disputa de bola. Consolado por integrantes do departamento médico da equipe de Manchester, o ex-Palmeiras foi substituído pelo argentino Sergio Agüero.

Caso a pior parte da previsão de Guardiola se confirme, e o atacante fique 60 dias sem jogador, ele poderia voltar no duelo com o Basel, pela volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, marcado para acontecer no Etihad Stadium, em 7 de março.

Outro jogador do City que se machucou hoje foi o meia belga Kevin De Bruyne, devido violenta falta do meia inglês Jason Puncheon. O técnico espanhol não fez qualquer prognóstico sobre a recuperação do jogador, de quem não deu detalhes sobre as condições físicas.

"Não sabemos ainda o que pode ter De Bruyne. Teremos que esperar. Veremos", afirmou o treinador.

Ao empatar fora de casa com o Crystal Palace, neste domingo, o Manchester City encerrou assim uma sequência de 18 vitórias seguidas no Campeonato Inglês. A equipe segue líder da competição, com 59 pontos, 14 a frente do Chelsea.

"É preciso dar o reconhecimento que o Crystal Palace merece. É uma boa equipe. Encontramos dificuldades no jogo, embora na segunda etapa, estivemos muito melhor. No fim, Ederson nos ajudou a conseguir um ponto", disse o Guardiola, em referência ao pênalti defendido pelo brasileiro, na cobrança do meia sérvio Luka Milivojevic.

Mais Esporte