Topo

Esporte

Sindicato de jogadores impede início da pré-temporada do Peñarol

04/01/2018 14h08

Montevidéu, 4 jan (EFE).- O sindicato de jogadores de futebol profissionais do Uruguai (MUFP, na sigla em espanhol), interviu nesta quinta-feira para impedir o início da pré-temporada do Peñarol, devido ao descumprimento do período mínimo de férias definido para os clubes do país.

A informação foi confirmada pela Agência Efe por Michael Etulain, integrante do coletivo "Más Unidos que Nunca", que lembrou de assembleia realizada no mês passado, que definiu o período entre 22 de dezembro e 5 de janeiro como de paralisação de atividades para atletas.

A apresentação do Peñarol, marcada para hoje, no centro de treinamento do clube, assim foi adiada, depois que integrantes do sindicato conversaram com o elenco e informaram do impedimento. Os jogadores definiram, assim, que não começariam a trabalhar.

Etulain explicou que exceções são abertas para times que iniciam mais cedo a participação em torneios continentais. O Montevideo Wanderers, que estreia na Taça Libertadores no dia 22 de janeiro, encarando o Olimpia, pela primeira fase, e o Nacional, que pegará a Chapecoense, pela segunda fase, nove dias depois, já começaram a trabalhar.

O Peñarol estreará na fase de grupos da competição em 15 de março, visitando o The Strongest, da Bolívia. Dirigente do clube, Ignacio Ruglio, mostrou descontentamento com o impedimento do início da pré-temporada.

"Tínhamos autorização para começar em 4 de janeiro, mas, por algum motivo, essa informação estava contraditória. Supostamente, outras equipes tinham informações especiais. É tudo muito confuso", lamentou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte