Topo

Esporte

Polícia prende 24 pessoas após briga entre torcedores de Sevilla e Betis

06/01/2018 14h33

A polícia deteve 24 integrantes de torcidas organizadas de Sevilla e Betis neste sábado após uma briga na cidade de Sevilha, que, segundo o delegado do Governo na Andaluzia, Antonio Sanz, foi marcada pelas redes sociais.

Os torcedores, todos homens de entre 20 e 30 anos de idade, portavam paus, facas e machados e foram presos através de uma ampla operação envolvendo a Polícia Nacional e Polícia Local, que, ao tomarem conhecimento dos incidentes, chegaram a fechar a área da Isla de La Cartuja.

"Foi um enfrentamento marcado previamente, utilizando as redes sociais. Houve provocações pelo WhatsApp para que a briga acontecesse", informou Sanz.

Os fatos, ocorridos às vésperas do clássico de hoje, começaram por volta da 1h (local, 22h de sexta de Brasília), momento em que uma viatura da Polícia Local avistou um numeroso grupo de encapuzados vestidos de preto. Foi feito então um pedido de reforço e um aviso à Polícia Nacional.

Durante a briga, um dos homens sofreu um traumatismo com um ferimento aberto na cabeça. Ele foi acudido por alguns dos policiais e, sob custódia, levado para um hospital.

Por causa do clássico, que acontecerá às 17h45 (de Brasília), como é habitual em partidas declaradas de alto risco pela Comissão Antiviolência, foi montada uma operação de segurança integrada por 900 pessoas, entre elas cerca de 400 da Polícia Nacional e membros de outros corpos e serviços (Polícia Local, Bombeiros, Emergências Sanitárias e segurança particular).
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte