Topo

Esporte

Chanceler da Bolívia lamenta que passagem do Dacar seja afetada por protestos

08/01/2018 17h54

La Paz, 8 jan (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Bolívia, Fernando Huanacuni, garantiu nesta segunda-feira que os protestos e atos se diferentes grupos, às vésperas da chegada dos participantes do Rali Dacar, estão prejudicando o país.

"Lamentamos que, alguns setores que estão criando obstáculos, não percebem o dano que estão causando", afirmou o integrante do governo local, em entrevista coletiva.

Atualmente, transportadores estão fazendo bloqueios nas estradas, em diversos pontos do país, e médicos entraram em greve há mais de um mês, e anunciaram há poucos dias que a paralisação irá afetar atendimentos relacionados ao Dacar.

Diversos grupos organizados estão realizando protestos pela revogação de artigos do novo Código Penal da Bolívia, por entender que criminalizam a respectiva atividade, prevendo penas de prisão por má prática profissional.

Hoje, o presidente do país, Evo Morales, garantiu que serão tomadas medidas "constitucionais e legais" para garantir a retomada dos serviços de saúde.

O Rali Dacar chegará na Bolívia nesta sexta-feira, através de Laz. Ao todo, quatro etapas passarão pelo território local, até a partida para a Argentina.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte