Topo

Esporte

Campeões com a Argentina em 1986 se juntam para tentar encerrar "maldição"

Horacio Villalobos/AP
Craque Diego Maradona ergue a taça de campeão do mundo pela Argentina, em 1986 Imagem: Horacio Villalobos/AP

09/01/2018 18h00

Buenos Aires, 9 jan (EFE).- O ex-zagueiro Oscar Ruggeri e mais "cinco ou seis jogadores" do elenco da seleção da Argentina, campeã mundial em 1986, viajará à cidade de Jujuy, com o objetivo de desfazer a "maldição de Tilcara", que seria responsável pelo jejum de títulos do país.

A informação foi divulgada nesta terça-feira pela agência de notícias Télam, que cita fontes ligadas à administração municipal da localidade, no norte do país. O grupo foi convidado, segundo o meio de comunicação, pelo prefeito de Jujuy, Ricardo Romero.

A expectativa é de que a visita aconteça neste sábado, de acordo com a Télam. Os ex-jogadores participarão de uma cerimônia religiosa na localidade chamada de Quebrada de Humahuaca.

Reza a lenda que o técnico Carlos Bilardo, então técnico da seleção, teria feito uma promessa à Virgem de Tilcara. Como não a cumpriu, a seleção argentina acabou iniciando longo período de jejum.

O ex-comandante, no entanto, nega a história, como fez em entrevista concedida no Brasil, durante a Copa do Mundo de 2014.

"Eles me ligaram de Jujuy e expliquei que isso não aconteceu. Eu ia todas as tardes à igreja. Havia um padre, que era uruguaio. Mas, nem eu, nem os jogadores, fizemos alguma promessa. Eu nunca prometi nada, porque, quando prometo, cumpro", disse Bilardo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte