Topo

Esporte

Neymar diz que Ronaldinho Gaúcho deixa "legado que dificilmente será batido"

17/01/2018 11h28

Redação Central, 17 jan (EFE).- O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, afirmou nesta quarta-feira que Ronaldinho Gaúcho, que anunciou que disputará uma série jogos este ano para se despedir do futebol, deixa um legado que dificilmente será batido.

"Que honra fazer parte da sua história. Sempre vou me lembrar da sua alegria em campo, você deixou um legado que dificilmente será batido no futebol ARTE", escreveu Neymar em uma mensagem em sua conta no Instagram com uma fotografia na qual aparece fazendo reverência a Ronaldinho Gaúcho.

"Obrigado por tudo que fez pelos amantes do FUTEBOL", acrescentou Neymar, que além de também já ter jogado pelo Barcelona, atualmente veste a camisa do PSG, o primeiro destino de Ronaldinho no futebol europeu.

Neymar lembrou em diferentes fotografias os momentos ao lado de Ronaldinho na seleção brasileira.

Apesar de não jogar profissionalmente desde 2015, quando estava no Fluminense, Ronaldinho Gaúcho, de 37 anos, até agora não tinha anunciado sua aposentadoria e vinha se dedicando a disputar amistosos em vários lugares do mundo.

Mas seu irmão e representante, Assis, anunciou ontem que o meia finalmente se despedirá do futebol este ano com uma série de amistosos e eventos previstos para depois da Copa do Mundo da Rússia 2018.

Ronaldinho, que estreou como profissional em 1998 pelo Grêmio e passou por clubes como Milan, Flamengo, Atlético Mineiro e Querétaro do México, foi campeão com a seleção brasileira da Copa do Mundo de 2002 da Coreia do Sul e Japão e foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 2004 e 2005.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte