Topo

Esporte

Emery nega racha no elenco por Neymar e Cavani: "vestiário está unido"

19/01/2018 14h11

Paris, 19 jan (EFE).- O técnico do Paris Saint-Germain, Unai Emery, negou nesta sexta-feira que haja uma divisão no elenco instigada pela rivalidade entre os atacantes Neymar e Edinson Cavani, e afirmou que o grupo está "forte e unido".

Em entrevista coletiva, o treinador reconheceu que, com a nova dimensão que o PSG alcançou nas competições, "qualquer coisa que aconteça, até mesmo em jogos de equipes de torcedores, ganha maior importância", mas ressaltou que os destaques do elenco trabalham "para pôr o talento individual a serviço do coletivo".

Em relação à nova polêmica entre os dois atacantes, por Neymar não ter deixado Cavani cobrar um pênalti na partida contra o Dijon, Emery disse desconhecer se o brasileiro sabia que, com um gol, o uruguaio superaria Zlatan Ibrahimovic e se tornaria, de forma isolada, o maior artilheiro da história do PSG.

O técnico espanhol também descartou os rumores de uma transferência de Cavani.

"Ele cresceu muito em Paris, e o vejo muito satisfeito (...) É um dos jogadores que está há mais anos aqui, e se no ano passado renovou seu contrato é porquê está bem aqui", declarou.

Emery também não quis revelar quem era o responsável por cobrar pênaltis no jogo com o Dijon, pelo Campeonato Francês, mas deu a entender que era o brasileiro.

"Mas o importante é que temos um grupo forte, um vestiário forte, que trabalha com a ideia de encarar unido todas as competições que temos pela frente", frisou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte