Topo

Esporte

Federer bate Berdych e pegará "zebra" sul-coreana; Halep e Kerber avançam

24/01/2018 11h09

Redação Central, 24 jan (EFE).- O suíço Roger Federer deu mais um passo para conquistar pela sexta vez o Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano, ao derrotar nesta quarta-feira o tcheco Tomas Berdych, em dia de classificação também do surpreendente sul-coreano Hyeon Chung, da romena Simona Halep e da alemã Angelique Kerber.

O número 2 do ranking mundial, detentor dos títulos das edições de 2004, 2006, 2007, 2010 e 2017, avançou às semifinais ao passar pelo 19º cabeça de chave por 3 sets a 0, com parciais de 7-6 (1), 6-3 e 6-4. O jogo teve duração de duas horas e 14 minutos.

A vitória de hoje faz de Federer, de 36 anos, o tenista mais velho a ficar entre os quatro melhores do Aberto da Austrália desde 1977 - na primeira de duas edições disputadas naquele ano, quando o tenista da casa Ken Rosewall encarou o americano Roscoe Tanner em jogo por vaga na decisão e perdeu.

Agora, o suíço terá pela frente Hyeon Chung, atual número 58 do ranking da ATP, que hoje despachou o americano Tennys Sandgren, 97º do mundo, também em sets diretos. A partida foi fechada com 6-4, 7-6 (5) e 6-3 e durou duas horas e 28 minutos.

O tenista asiático, de 21 anos, aumentou o tamanho do feito nesta edição do Aberto da Austrália, já que nunca havia ido além de terceira rodada de Grand Slam, fase que alcançou no ano passado, em Roland Garros. No complexo de Melbourne Park, o melhor desempenho era a ida à segunda rodada, também em 2017.

A outra semifinal da chave masculina foi definida ontem, e colocará frente a frente o croata Marin Cilic, sexto cabeça de chave, e o britânico Kyle Edmund.

No feminino, Simona Halep, favorita número 1 do Aberto da Austrália, levou a melhor em duelo com a tcheca Karolina Pliskova, favorita 6 e algoz da brasileira Bia Haddad na primeira rodada, por 2 sets a 0, com 6-3 e 6-2, em uma hora e 11 minutos.

Esta será a primeira vez na carreira que a atual líder do ranking mundial disputará as semifinais do primeiro Grand Slam do ano. Até hoje, a romena só havia alcançado às quartas, em duas oportunidades, em 2014 e 2015.

Quem também entrou no 'top-4' do torneio foi a alemã Angelique Kerber, 21ª cabeça de chave e campeã em 2016, que derrotou a americana Madison Keys, favorita numero 17, por 2 sets a 0, com 6-1 e 6-2, em apenas 51 minutos.

A outra semifinal da competição entre mulheres terá a dinamarquesa Caroline Wozniacki, atual vice-líder do ranking da WTA, e a belga Elise Mertens.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte