Topo

Esporte

Presidente do PSG rechaça saída de Neymar para o Real Madrid

27/01/2018 19h04

Redação Central, 27 jan (EFE).- O catariano Nasser Al-Khelaifi, presidente do Paris Saint-Germain, negou que Neymar deixará o clube no fim da temporada e se transferirá para o Real Madrid, garantindo que as especulações são uma tentativa de desestabilização, para encontro entre as equipes na Liga dos Campeões da Europa.

"Temos uma complicada eliminatória contra o Real Madrid. Isso é tática. É importante se concentrar e não escutar os boatos", disse o dirigente, na saída do estádio Parc des Princes, após a vitória do PSG sobre o Montpellier por 4 a 0, pelo Campeonato Francês.

Diante da insistência de repórteres em questionar a situação do atacante brasileiro no clube, Al-Khelaifi garantiu ser mais do que certo que não haverá transferência.

"Não é 100%, mas 2.000%. Assinamos por cinco anos, se passaram quatro meses. Não acho que ele quer ir ou pense em ir", garantiu o presidente do clube da capital francesa.

Al-Khelaifi aproveitou para parabenizar o atacante uruguaio Edinson Cavani, responsável por abrir o placar da partida de hoje, chegando a 157 gols com a camisa do Paris Saint-Germain, se tornando o maior artilheiro da história da equipe, ultrapassando o sueco Zlatan Ibrahimovic.

"É muito importante para ele, para o clube. Edi é um grande goleador, um grande atacante, uma grande pessoa. Estamos muito orgulhosos dele, que entra para a história do PSG. Não é algo que acontece todos os dias", elogiou o dirigente.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte