Topo

Esporte

COI suspende apoio financeiro à Associação Internacional de Boxe Amador

Warren Little/Getty Images
Escândalo de boxe poderá afetar o esporte na Olimpíada Imagem: Warren Little/Getty Images

28/01/2018 14h22Atualizada em 28/01/2018 19h38

O COI (Comitê Olimpico Internacional) anunciou que suspendeu, neste domingo (28), o apoio financeiro à Aiba (Associação Internacional de Boxe Amador) após declarar estar "extremamente preocupado" com a governança dentro da instituição.

No ano passado, o COI exigiu que a Aiba cumprisse uma série de requerimentos, especialmente nos setores de governança, assuntos financeiros, antidoping e arbitragem.

Segundo o jornal britânico "The Guardian", o Comitê Olímpico também manifestou preocupação com o vice-presidente da associação de boxe, o uzbeque Gafur Rakhimov, atualmente no comando da entidade até as próximas eleições, em novembro.

O dirigente figura, numa lista do Departamento do Tesouro dos EUA, como um líder criminoso ligado ao tráfico internacional de heroína. O governo dos Estados Unidos proibiu empresas e indivíduos do país de estabelecer qualquer tipo de relação comercial com Rakhimov.

"O COI está extremamente preocupado com a governança na Aiba. O responsável da Comissão de Ética apresentará um relatório na reunião da Executiva do COI na próxima semana em PyeongChang, e esta decidirá sobre novas medidas", anunciou o Comitê Olímpico, em nota.

"A Aiba deveria empreender ações para atender tais requerimentos. Até que as medidas necessárias sejam atendidas, o COI decidiu suspender qualquer contribuição financeira futura", afirmou o comunicado.

Por fim, o COI afirma que respeitará todos os atletas da Aiba em suas decisões posteriores.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte