Topo

Esporte

Comitê Paralímpico define modalidades que poderão entrar nos Jogos de 2024

28/01/2018 15h00

Redação Central, 28 jan (EFE).- O futebol para pessoas com paralisia cerebral e o em cadeiras motorizadas, o caratê, o golfe, a vela e a dança esportiva foram definidas como as possíveis novas modalidades dos Jogos Paralímpicos de 2024, em Paris.

A direção do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), que se reuniu em Bonn, na Alemanha, neste domingo, informou que as federações das modalidades mostraram interesse em estar no evento.

Agora, as modalidades passam para a próxima rodada de debates. Todas já parecem cumprir certos requisitos exigidos pelo IPC, como seguir as normas do Código Mundial Antidoping. No entanto, o caratê e a dança esportiva partem como favoritos para levar a disputa.

"Gostaria de agradecer e parabenizar todas as federações internacionais que apresentaram novas modalidades para o programa de Paris 2024. O fato de que seis dos 11 pedidos avancem para a próxima fase sublinha a crescente força do movimento paralímpico", disse o presidente do IPC, o brasileiro Andrew Parsons.

"Esses seis novos esportes, junto com os 22 que já estão nos Jogos, farão parte do processo de entrada mais completo da história paralímpica, já que o nosso objetivo é garantir que os Jogos de Paris 2024 tenham as melhores modalidades possíveis", revelou.

Todas as modalidades terão até o dia 9 de julho deste ano para cumprir todos os requisitos exigidos. Após uma revisão da documentação, a Junta de Governo do IPC anunciará a decisão final sobre o programa dos jogos em janeiro de 2019.

O Conselho do IPC decidiu descartar nesta primeira fase o surfe e o taekwondo, na modalidade poomsae, por avaliar que eles não são praticados de maneira ampla e regular em 32 países, o número mínimo para que uma modalidade seja considerada para os Jogos Paralímpicos.

O IPC também deixou de fora o basquete em cadeira 3x3, a luta livre e tiro ao prato.

Mais Esporte