Topo

Esporte

Bartra presta depoimento sobre atentado contra ônibus do Borussia em 2017

29/01/2018 16h19

(Atualiza com mais detalhes).

Berlim, 29 jan (EFE).- O zagueiro espanhol Marc Bartra prestou depoimento nesta segunda-feira à Justiça da Alemanha sobre o atentado com bomba contra o ônibus do Borussia Dortmund, registrado em 11 de abril do ano passado, perto do hotel onde a equipe estava.

"Não me sinto bem quando lembro. Tive medo de morrer, medo de voltar a ver minha família", disse Bartra em uma declaração lida na audiência pelo advogado do clube, Alfons Becker.

A expectativa era que o jogador falasse pessoalmente sobre o incidente, mas o zagueiro preferiu enviar uma declaração escrita ao saber que o acusado pelo atentado estaria presente na audiência.

Bartra afirmou que, após a explosão, sentiu uma forte pancada na cabeça e fortes dores em um de seus braços. Foi quando percebeu que estava ensanguentado e temeu um segundo ataque.

Na carta lida pelo advogado, o espanhol revela que ainda não superou o atentado, que tem pesadelos com ele e que às vezes volta a pensar no ocorrido. No entanto, depois da audiência, o jogador foi ao Twitter para negar ter feito essas declarações.

"Após tudo me sinto mais forte. Se um atentado não pôde comigo, nada pode. O atentado mudou minha vida porque agora vivo com muito mais força", escreveu o zagueiro na rede social.

O autor do ataque, Sergei W., está sendo acusado por 28 tentativas de homicídio e por lesão corporal. Ele confessou ter sido responsável pelo atentado, mas disse que não queria matar ninguém.

O incidente ocorreu quando o ônibus do Borussia saía da concentração em um hotel para ir ao Estádio Signal Iduna Park, em Dortmund, para a partida de ida pelas quartas de final da Liga dos Campeões contra o Monaco.

A promotoria afirma que Sergei W. queria matar o maior número de jogadores para provocar uma queda nas ações do clube na bolsa. Ele tinha feito uma aposta na baixa e poderia enriquecer com isso

O atacante Pierre-Emerick Aubameyang também tinha sido convocado a depor hoje, mas não compareceu, alegando estar doente, o que irritou o tribunal. O jogador atuou no sábado pelo Dortmund, contra o Freiburg, pelo Campeonato Alemão, e pode estar de saída do clube para se transferir para o Arsenal.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte