Topo

Esporte

Promotoria lusa investiga presidente do Sporting por tráfico de influência

29/01/2018 10h32

Lisboa, 29 jan (EFE).- A Promotoria de Portugal investiga por suspeitas de tráfico de influências o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, que reagiu diminuindo importância de uma situação que, afirma, só interessa "às marionetes do Benfica".

O Ministério Público, que confirmou à Agência Efe a existência de tal investigação, afirmou que ninguém ainda foi declarado oficialmente envolvido no processo, enquanto a imprensa portuguesa afirma que, além de Carvalho, as investigações apontam para outro dirigente do Sporting cujo nome não foi revelado.

Após a divulgação da investigação, Bruno de Carvalho publicou uma mensagem em sua conta do Facebook na qual sustentou que não se trata de algo relevante, já que a Promotoria tem a obrigação de investigar qualquer denúncia recebida.

Além disso, destacou que "ninguém foi constituído como investigado", por isso que, sustenta, a história só interessa "às marionetes do Benfica", maior rival do clube.

Carvalho, conhecido por seu caráter forte e seus peculiares costumes - prefere veraos partidos desde o banco- é uma das figuras mais polêmicas do futebol luso.

Um dos seus episódios mais controversos aconteceu em agosto, quando a Federação Portuguesa de Futebol o suspendeu por seis meses por um enfrentamento que manteve no Estádio de Alvalade com o presidente do Arouca, Carlos Pinho, que assegurou que Carvalho tinha cuspido nele.

Mais Esporte