Topo

Esporte

Renunciam todos os integrantes de direção da federação de ginástica dos EUA

31/01/2018 18h45

Redação Central, 31 jan (EFE).- A federação de ginástica dos Estados Unidos, USA Gymnastics, informou nesta quarta-feira que recebeu um pedido de renúncia de todos os integrantes de sua Junta Diretiva, conforme exigiu o Comitê Olímpico dos EUA (USOC, na sigla em inglês).

O USOC exigiu há alguns dias a renúncia dos integrantes da junta diretiva da federação depois que foi anunciada condenação em Michigan do ex-médico da equipe nacional de ginástica Larry Nassar, de 40 a 175 anos de prisão, por abusar de jovens ginastas em um julgamento no qual foram apresentados testemunhos extremamente fortes de 160 de suas vítimas ao longo de 20 anos.

Nassar já tinha sido condenado a 60 anos de prisão por posse de pornografia infantil.

Através de um comunicado, a USA Gymnastics agradece aos integrantes da Junta Diretiva os serviços prestados. "Estamos agradecidos pelo tempo e pelos esforços que cada um dedicou à ginástica nos Estados Unidos", indicou a federação.

"Estamos no processo de avançar com a formação de uma Junta Diretiva interina durante o mês de fevereiro, de acordo com os requisitos do USOC. A USA Gymnastics proporcionará informação sobre este processo nos próximos dias", acrescentou a instituição em sua nota.

A USA Gymnastics detalhou que não só aceita as mudanças necessárias, como as exigidas pelo USOC, mas que também manterá à "organização nos mais alto padrão de cuidado e segurança para o desenvolvimento de uma cultura de fortalecimento para seus atletas e integrantes".

Mais Esporte