Topo

Esporte

Em jogo eletrizante, Eagles conquistam título inédito do Super Bowl

05/02/2018 01h31

Redação Central, 4 fev (EFE).- O Philadelphia Eagles venceu na noite deste domingo o New England Patriots no Super Bowl 52, pelo placar de 41 a 33, e não permitiu mais um título do time adversário e seu quarterback, Tom Brady, de se tornar o maior vencedor de títulos do futebol americano de todos os tempos.

O título inédito da franquia começou a se desenhar logo no início da partida, quando os Eagles abriram o placar com um field goal em chute de 25 jardas do kicker Jake Elliott, após uma primeira campanha de 69 jardas do quarterback Nick Foles.

Os Patriots responderam na mesma medida e após uma primeira descida com James White, Brady conecta com Chris Hogan um passe rápido e ganha um caminhão de jardas no lado esquerdo, já colocando a bola na linha de 27 jardas do campo de ataque.

O primeiro passe para Gronkowski leva a bola à linha de 15 jardas, mas a campanha termina da mesma forma que a do Eagles. Stephen Gostkowski converte chute de 26 jardas para empatar o placar, quando faltavam 4min17s para o fim do primeiro quarto.

Só que os Eagles e Foles não estavam para brincadeira e em uma segunda campanha relâmpago surgiu o primeiro touchdown da partida. Em conexão rápida o quarterback do Philadelphia mandou uma bomba para a end zone e Alshon Jeffery faz linda recepção: 9 a 3 no placar, após a equipe perdr o extra point.

Brady tentou devolver na mesma medida, com lindo passe para Danny Amendola, mas chegou o fim do primeiro quarto sem conseguir o touchdown, e além disso Stephen Gostkowski perdeu um field goal fácil de 26 jardas.

O segundo quarto foi mais equilibrado em relação a grandes jogadas com os dois times se estudando e errando mais.

Porém o ataque produtivo dos Eagles chegou a mais um touchdown: em corrida de 21 jardas, LeGarrette Blount quebrou tackles e entrou na end zone. A equipe da Filadélfia tentou a conversão de dois pontos mais não foi bem sucedida, deixando o placar em 15 a 3.

Brady e seus comandados começaram a correr atrás para não permitir que o placar ficasse muito elástico para o adversário e, após passe curto do quarterback dos Patriots, Rex Burkhead consegue uma corrida de 46 jardas, levando a bola para a linha de 29 do campo de ataque.

Porém a defesa dos Eagles foi eficiente e pressionou bastante Brady. Os Patriots não conseguiram mais nenhuma descida e tiveram que se contentar com o field goal: 15 a 6 para os Eagles.

O segundo quarto continuou com alternância dos ataques e erros de ambos os lados. Mas faltando pouco mais de 2 minutos para o intervalo, o running back James White arrasta a defesa dos Eagles, quebra tackles e entra na end zone, colocando os Pats na disputa novamente.

Mas por incrível que pareça, o time de New England também perdeu um extra point e o placar acabou ficando mesmo em 15 a 12 para os Eagles.

Em noite inspirada, os Eagles não deixaram por pouco. Em jogada incrível, em uma quarta descida para duas jardas, o tight end Trey Burton recebeu o snap e fez um passe para touchdown para Foles, levando a torcida à loucura com a jogada totalmente fora de padrão.

Com isso, Foles se tornou o primeiro jogador na história da NFL a passar e receber um touchdown no mesmo Super Bowl.

Com o cronômetro quase zerado, Brady e companhia ainda tentaram um milagre de marcar mais alguns pontos, inclusive tentando um hail mary, mas o quarterback dos Pats foi derrubado longe da end zone e o placar antes do intervalo ficou assim: 22 a 12 para os Eagles.

Depois do intervalo - que teve show do cantor Justin Timberlake -, a posse de bola era dos Pats, que começaram arrasando: com quatro recepções de Rob Gronkowski na primeira campanha e touchdown dos Patriots. O tight end faz a diferença para mostrar aos Eagles que os atuais campeões queriam virar o placar.

Na campanha seguinte dos Eagles, Foles consegue passe fantástico no fundo da end zone, em uma terceira descida, para recepção do runnning back Corey Clement. Após revisão da jogada pelos juízes, mais um touch down confirmado para a equipe, levando o placar para 29 a 19, depois da conversão do extra point, faltando pouco mais de 7 minutos para o final do terceiro quarto.

Era a hora dos Patriots e Tom Brady ir para o tudo ou nada se quisessem conquistar mais um Super Bowl.

E o quarterback campeão não fez por menos: lindo passe para Chris Hogan na linha de uma jarda que a agarrou e caiu para trás, entrando na end zone. Mais um TD em uma partida eletrizante, com a diferença no placar voltando para apenas três pontos depois do chute extra: 29 a 26 Eagles.

O Philadelphia começou o quarto quarto com a posse de bola, mas não conseguiu concluir a campanha dentro da end zone e teve que se contentar com o field goal de 42 jardas de Jake Elliott, que botou o placar em 32 a 26, faltando 14min14s para o fim do jogo.

Porém, Brady e companhia estavam inspirados e em mais uma recepção de Amendola, seguida de corrida de James White, a bola oval ficou nas três jardas para a end zone. Primeira para o gol dos Patriots, que não desperdiçaram a chance e marcaram touch down com o endiabrado Gronkowski. Segundo TD dele no jogo e virada dos Pats: 33 a 32.

Pela primeira vez atrás do placar, Foles e seus comandados tinham que continuar o bom ritmo do primeiro tempo se quisessem derrubar o mito Brady.

Se mantendo no ataque, os Eagles iam pouco a pouco conquistando terreno e principalmente fazendo passar o tempo e deixando Brady no banco.

E a longa campanha foi mais do que vitoriosa: TD Eagles, faltando 2min21s para o final da partida, com Zach Ertz recebendo passe de Foles, quebrando tackle e voando para a end zone.

Novamente na frente, o Philadelphia arriscou a conversão de dois pontos para colocar a diferença em sete pontos no placar, mas não conseguiu, deixando o placar em 38 a 33.

Pressionado e com pouco tempo no cronômetro, Brady entrou em campo para o tudo ou nada. Mas aí o inesperado aconteceu: o quarterback MVP da temporada sofre um sack forçado por Brandon Graham, a bola vai para o chão e é recuperada pelos Eagles.

O fumble colocou Foles de novo em campo para tentar uma campanha arrasadora e final para seu time. E conseguiu pelo menos levá-la a um field goal.

Pressionado, Brady entrou de novo para tentar o milagre de um TD e uma conversão de dois pontos, única forma de empatar a partida - que nesse ponto estava 41 a 33 para os Eagles - e forçar a prorrogação.

Mas não deu: Eagles campeões do Super Bowl pela primeira vez na sua história, em uma partida incrível, em que Tom Brady ainda escapou do sack na última jogada e tentou um hail Mary na direção de Gronkowski, que não conseguiu a recepção.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte