Topo

Esporte

Torcedor do Nacional que imitou avião em jogo da Chapecoense pede desculpas

Reprodução
Nicolás Correa foi um dos torcedores do Nacional (URU) que provocaram a Chapecoense no jogo entre dois times pela Libertadores 2018 Imagem: Reprodução

Da EFE, em Montevidéu (Uruguai)

05/02/2018 18h24

Nicolás Correa , um dos torcedores do Nacional, de Montevidéu, que imitou avião, durante jogo com a Chapecoense, na semana passada, pela Taça Libertadores, pediu perdão publicamente nesta segunda-feira, em entrevista para uma emissora de rádio uruguaia.

"Quero pedir desculpas ao povo do Brasil e às pessoas do Chapecoense e do Nacional, que é minha vida. Estamos arrependidos, tanto eu, quanto o outro rapaz que apareceu no vídeo. Prejudicamos o clube e agora estamos esperando uma sanção", disse à Sport 890.

Correa justificou o gesto, que fazia referência ao trágico acidente envolvendo a delegação da Chape, em novembro de 2016, na viagem rumo a Medellín, na Colômbia, pelo clima tenso que encontrou já nos arredores da Arena Condá.

"Os torcedores (do Nacional) estávamos irritados com isso. Quando entramos no estádio, começaram a nos insultar. Insulto vai, insulto vem. Desgraçadamente, me veio fazer esse gesto, e já sabemos como tudo terminou", lamentou.

O Nacional anunciou, ainda na semana passada, a expulsão de Correa e do outro torcedor do quadro de sócios, além de proibir a entrada de ambos no estádio Gran Parque Central, em Montevidéu.

"Acredito que tive uma condenação social. Se você rouba, mata ou estupra, não te condenam socialmente, como fizeram a mim", afirmou Correa, que revelou estar recebendo ameaças, desde a veiculação das imagens em que imita um avião.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte