Topo

Esporte

Chinês Zanqing Yu é reeleito vice-presidente do COI

07/02/2018 08h40

PyeongChang (Coreia do Sul), 7 fev (EFE).- O chinês Zanqing Yu foi reeleito nesta quarta-feira vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), cargo que ocupa desde 2014 e que já havia exercido entre 2008 e 2012.

Após este segundo mandato, o chinês não poderá ser reeleito novamente. Mas antes disso, segundo os prazos que regem no organismo, quando forem realizados no seu país os Jogos de Inverno de Pequim, em 2022, Yu ocupará o posto de primeiro vice-presidente.

"Pura casualidade", brincou o presidente Thomas Bach.

Várias eleições internas foram realizadas durante o segundo e último dia da Sessão (Assembleia Plenária) do COI em PyeongChang.

O sérvio Nenad Lalovic, presidente da Federação Internacional de Luta Livre, foi escolhido membro do Comitê Executivo Olímpico em representação das federações olímpicas de verão.

Lalovic substitui nesse posto o taiuanês C.K. Wu, que presidiu a Federação Mundial de Boxe Profissional até que renunciou em novembro, acusado de irregularidades.

As federações realizaram em janeiro uma eleição interna para escolher "sua voz" no Comitê Olímpico. Lalovic venceu a espanhola Marisol Casado, que preside a União Internacional de Triatlo, e o francês Jean-Christophe Rollad, da Federação Internacional de Sociedades de Remo.

O tcheco Jiri Kejval, presidente do Comitê Olímpico Tcheco, foi admitido como membro da Assembleia do COI, após falhar em uma tentativa há cinco meses na Sessão de Lima.

Kejval ficou à espera do esclarecimento de supostas irregularidades na distribuição de fundos públicos no seu país. O COI deu por resolvida essas questões e hoje aprovou sua incorporação ao organismo.

Ugur Erdener, presidente do Comitê Olímpico Turco e da Federação Internacional de Tiro com Arco, e o belga Pierre-Olivier Beckers-Vieujant, também dirigente do comitê do seu país, que eram membros do COI em razão desses cargos, tiveram seus status elevados no organismo e se tornaram 'membros individuais'.

Já não dependem de sua continuidade em outros postos para continuar pertencendo ao Comitê Olímpico.

Após a renovação de cargos de hoje, a Comissão Executiva do COI fica constituída assim:

Presidente: Thomas Bach (GER)

Vice-presidentes: Juan Antonio Samaranch (ESP), Ugur Erdener (TUR), Anita DeFrantz (USA) e Zaiqing Yu (CHI).

Membros: Gunilla Lindberg (SUE), Gian Franco Kasper (SUI), Angela Ruggieron (USA), Sergey Bubka (UCR), Ser Miang Ng (CIN), Willi Kaltshcmitt (GUA), Robin E. Mitchell (FIY), Nicole Hoevertsz (ARU), Denis Oswald (SUI) e Nena Lalovic (SER).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte