Topo

Esporte

CAS rejeita recursos de 47 atletas russos e mantém exclusão de Pyeongchang

Lee Jin-man/AP
Olimpíada de Inverno Pyeongchang Imagem: Lee Jin-man/AP

09/02/2018 01h59

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) anunciou na cidade de Pyeongchang, na Coreia do Sul, onde nesta sexta-feira começa a edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, que rejeitou os recursos apresentados por um total de 47 atletas e técnicos russos contra a decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI) de barrá-los para o evento esportivo.

A decisão foi anunciada durante um pronunciamento no Centro Principal de Imprensa de PyeongChang por Matthieu Reeb, secretário-geral do CAS, explicando que a divisão da corte criada para este fim (Divisão Ad hoc) rejeitou os recursos apresentados "no dia 6 de fevereiro por 32 atletas russos" e "no dia 7 de fevereiro por (outros) 15 atletas e treinadores russos" contra o COI.

Devido à suspensão do Comitê Olímpico Russo pela corrupção do sistema antidoping em seu país, só poderão participar dos Jogos de Pyeongchang os atletas convidados pelo COI, que representarão uma bandeira neutra. Os russos que entraram com recurso no CAS argumentaram que nunca estiveram implicados na violação das regras antidoping.

"Em suas decisões, o painel de arbitragem considerou que o processo criado pelo COI para estabelecer uma lista de convite para competir (na equipe de) Atletas Olímpicos da Rússia não podia ser descrito como uma sanção, mas como uma decisão de elegibilidade", explicou hoje, em Pyeongchang, o secretário-geral do CAS.

"Embora o Comitê Olímpico Russo tenha sido suspenso, o COI decidiu oferecer a oportunidade de forma individual para diferentes atletas sob condições prescritas, um processo que foi projetado para estabelecer um equilíbrio entre os interesses do COI em sua luta global contra o doping e os interesses de cada um dos atletas da Rússia", explicou Reeb.

O secretário-geral do CAS explicou que o seu painel de arbitragem entende que os autores "não mostraram" que a maneira pela qual as duas comissões especiais - o Painel de Análise de Convites e o Grupo de Implementação de Atletas Russos - fizeram "suas avaliações independente ocorreram de forma discriminatória, arbitrária e injusta".

Após se pronunciar, Reeb abandonou a sala de conferências do Principal Centro de Prensa de Pyeongchang, sem admitir perguntas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte