Topo

Esporte

Mourinho defende o uso do árbitro de vídeo: "Decisões justas"

13/02/2018 16h26

Londres, 13 fev (EFE).- O técnico do Manchester United, José Mourinho, defendeu nesta terça-feira o uso do árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) no futebol e disse acreditar que com esse recurso a equipe de arbitragem pode tomar "decisões justas".

A nova tecnologia foi testada pela primeira vez nesta temporada do futebol inglês em algumas partidas da Copa da Inglaterra e em amistosos internacionais da seleção.

"Quando as pessoas nos perguntam se gostamos ou não, se estamos de acordo ou não, acho que essa é uma questão para os árbitros, não para os treinadores", disse Mourinho à rede de televisão oficial do United, "MUTV".

"Os árbitros querem fazer o melhor possível e não gostam de cometer erros. E às vezes cometem, mas isso é normal porque são seres humanos, e são erros que não podem ser notados sem a ajuda da tecnologia. Portanto, se os árbitros estão contentes com a tecnologia, sigamos adiante com o VAR. Eu gosto", afirmou o técnico.

O Manchester United disputará pela primeira vez uma partida com o novo sistema no próximo sábado, contra o Huddersfield Town, pela Copa da Inglaterra.

"Necessita alguns ajustes e tem que garantir que não vai mudar muito a dinâmica, o ritmo e a emoção do jogo, como, por exemplo, fazer as pessoas esperarem durante um dois minutos para saber se podem comemorar um gol ou não", declarou Mourinho.

"Mas, de um ponto de vista profissional, gosto sempre da decisão correta. Se é pênalti ou não é pênalti, se é mão ou não é, se é cartão vermelho ou não. Gosto de saber que foram tomadas decisões justas", comentou.

O tema do VAR polarizou os torcedores e os profissionais no futebol inglês, e alguns, como o técnico do Tottenham, Mauricio Pochettino, alertaram que a nova tecnologia pode "matar" o esporte. EFE

jp/vnm

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte