Topo

Esporte

Manchester City passa fácil pelo Arsenal e conquista Copa da Liga Inglesa

25/02/2018 15h57

Londres, 25 fev (EFE).- O Manchester City venceu sem dificuldades neste domingo o Arsenal por 3 a 0, no Estádio de Wembley, e conquistou o título da Copa da Liga Inglesa, o primeiro do técnico Josep Guardiola pelo clube, em partida que marcou a estreia do atacante brasileiro Gabriel Jesus em 2018, após lesão.

O placar do duelo foi aberto com gol do atacante argentino Sergio Aguero, aos 18 minutos do primeiro tempo, após lindo toque por cobertura, na saída do goleiro colombiano David Ospina, que foi titular no lugar do tcheco Petr Cech.

Os 'Citizens' seguiram sobrando no jogo e ampliaram aos 13 da etapa complementar, com o zagueiro belga Vincent Kompany. Pouco depois, aos 20, o meia espanhol David Silva recebeu na esquerda, fez bela jogada individual e fechou a conta.

Com a folga no placar, Guardiola aproveitou para colocar Gabriel Jesus em campo. O ex-Palmeiras, que se lesionou no dia 31 de dezembro do ano passado, durante jogo com o Crystal Palace, pelo Campeonato Inglês, entrou em campo no lugar do alemão Leroy Sané.

A nota negativa no City foi a lesão do volante Fernandinho, que deixou o gramado aos 7 do segundo tempo, para ser substituído pelo português Bernardo Silva.

Este foi o primeiro título de Guardiola, desde a assinatura de contrato com o clube de Manchester, em julho de 2016. O ex-Barcelona e Bayern de Munique não havia passado primeira temporada em branco nos trabalhos anteriores como técnico.

Além de Gabriel Jesus e Fernandinho, outro brasileiro em campo na partida foi o lateral Danilo, que voltou a atuar pelo lado esquerdo do campo no City. O goleiro Ederson, titular da equipe, que deu lugar ao chileno Claudio Bravo hoje, ficou 90 minutos no banco.

No final, Guardiola chamou a atenção por ostentar um laço amarelo no peito, como forma de demonstrar apoio a líderes independentistas da Catalunha, que estão presos. A federação inglesa (FA) anunciou na sexta-feira ter aberto expediente contra o técnico, por uso do símbolo.

Antes de a bola rolar, integrantes do Comitê de Defesa da República Catalã (CDR), entregaram o mesmo símbolo para torcedores, que, em grande peso, o utilizaram, demonstrando solidariedade ao comandante da equipe de Manchester.

Mais Esporte