Topo

Esporte


Presidente do PSG descarta polêmicas com o Brasil por Neymar

28/02/2018 22h38

Paris, 28 fev (EFE).- O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser al-Khelaifi, descartou nesta quarta-feira qualquer polêmica com a seleção brasileira sobre a lesão de Neymar, após a confirmação de que o atacante passará por uma cirurgia e ficará de fora do decisivo duelo com o Real Madrid pela Liga dos Campeões.

"Tomamos a decisão todos juntos: o clube, o jogador e o médico da seleção brasileira", afirmou o dirigente após a vitória por 3 a 0 sobre o Olympique de Marselha que classificou o PSG para as semifinais da Copa da França.

Khelaifi atribuiu à imprensa as possíveis polêmicas e negou estar incomodado com o pai de Neymar por contradizer os médicos do clube.

"Quero agradecer ao pai de Neymar, é um cavalheiro. Seu filho vai (ao Brasil para passar pela cirurgia), mas ele ficará para ver a partida contra o Real Madrid e torcer pelo PSG, embora pudesse voltar com sua família", afirmou.

"Foi uma decisão difícil, mas era a única possível. Esperamos que retorne em breve, não posso decretar quando, dependerá da recuperação", acrescentou o dirigente.

Mais Esporte