Topo

Esporte

Zebra da Copa da França lamenta morte de fundador no dia de vitória histórica

01/03/2018 12h29

Paris, 1 mar (EFE).- O modesto Chambly, da terceira divisão do Campeonato Francês, viveu uma quarta-feira de opostos, com alegria pela classificação para às semifinais da Copa da França e tristeza pela morte do fundador, Walter Luzi, que também é pai do atual presidente do clube.

Ontem, a equipe surpreendeu o Strasbourg, da elite nacional, vencendo duelo único por 1 a 0. O gol isolado da partida foi marcado pelo meia-atacante francês Lassana Doucuré, aos 38 minutos do segundo tempo.

O resultado juntou o Chambly, vice-lanterna da terceira divisão, ao Paris Saint-Germain, que passou pelo Olympique de Marselha, e ao Les Herbiers, outro integrante da zona de rebaixamento do chamado 'National 1', que bateu o Lens, da segunda divisão.

Hoje, Caen e Lyon definirão o último classificado às semifinais da Copa da França, que acontecerão em abril.

No mesmo dia em que o clube e a cidade de Chambly, situada no departamento de L'Oise e que tem 10 mil habitantes, comemoravam a inédita e história vitória, foi divulgada a morte de Walter Luzi, que fundou o semifinalista da Copa da França, em 1989.

Além disso, o aposentado dirigente é pai de Fulvio, atual presidente do Chambly, e de Bruno, treinador da equipe principal.

"Ele sempre estará em nossos corações. Vamos fazer tudo o possível para chegar à final e não cairmos de divisão", garantiu Doucoré, elevado a heroi, devido ao gol sobre o Strasbourg.

Mais Esporte