Topo

Esporte

Campeonato Mexicano suspenderá rebaixamento e terá 20 times

02/03/2018 19h59

Cidade do México, 2 mar (EFE).- A liga mexicana de futebol anunciou nesta sexta-feira que suspenderá o rebaixamento nas duas próximas temporadas e aumentará de 18 para 20 a quantidade de times que disputam o Campeonato Mexicano.

As medidas começarão a valer a partir do próximo ano, quando serão disputados os torneios Apertura e Clausura, e foram adotadas em assembleia na qual Decio de María Serrano renunciou como presidente da Federação Mexicana de Futebol (FMF).

Depois da Copa do Mundo da Rússia, o cargo será ocupado por Yon de Luisa, que foi eleito por unanimidade e é codiretor da candidatura mexicana para organizar a Copa de 2026.

"O objetivo de todas as modificações é fortalecer o desenvolvimento e o crescimento do futebol no México, incluindo o da segunda divisão do Campeonato Mexicano", informou nesta sexta-feira a liga.

A assembleia determinou que "seja autorizada a ascensão de clubes certificados que cumpram com os requisitos de participação" incluídos no regulamento interno da Liga MX.

A equipe que terminar na última posição da tabela, que determina o rebaixamento no México, "conservará o seu lugar na primeira divisão, mas deverá realizar uma contribuição econômica que será utilizada em benefício de ambas as divisões (Liga MX e Ascenso MX).

Diante desse cenário, foi aprovada a suspensão do rebaixamento na primeira divisão por duas temporadas. Além disso, o torneio contará com 19 equipes em 2019 e 20 a partir de 2020.

A assembleia lembrou que para o atual Clausura 2018, que fecha a temporada 2017-18, não haverá mudanças, por isso o rebaixamento e a ascensão serão mantidos.

Com 18 equipes, atualmente a Liga MX organiza torneios com 17 rodadas regulares, entre elas algumas duplas, além dos playoffs para determinar o campeão. O aumento no número de times provocará um ajuste no calendário, com mais rodadas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte