Topo

Esporte

Marfinenses fazem dobradinha nos 60 metros no Mundial Indoor de Atletismo

02/03/2018 20h45

Redação Central, 2 mar (EFE).- Depois de ganhar quatro vezes a prata em Mundiais, a marfinense Murielle Ahoure conquistou seu primeiro ouro ao vencer nesta sexta-feira a final dos 60 metros no Mundial Indoor de Atletismo, com 6s97, a sexta melhor marca de todos os tempos.

A prata também ficou com a Costa do Marfim, com Marie-Josée Ta Lou, que fechou a prova em 7s05, e a medalha de bronze foi para a suíça Mujinga Kambundji, que registrou o mesmo tempo.

Também nesta sexta-feira, o cubano Juan Miguel Echevarría, de 19 anos, se tornou o campeão de salto em distância mais jovem da história, com a marca de 8,46 metros.

Echevarría superou o sul-africano Luvo Manyonga, campeão mundial ao ar livre, que alcançou dois centímetros a menos e ficou com a prata. O americano Marquis Dendy completou o pódio com a marca de 8,42 metros.

No arremesso de peso, a húngara Anita Marton, bicampeã europeia e medalhista em sete dos oito últimos grandes campeonatos que participou, se impôs na final com a marca de 19,62 metros na última tentativa. O segundo lugar ficou com a jamaicana Danniel Thomas-dodd (19,22 metros, recorde da Jamaica) e o bronze foi para a chinesa Lijiao Gongo, atual campeã do mundo ao ar livre, que alcançou 19,08 metros.

A britânica Katarina Johnson-Thompson venceu no pentatlo seu primeiro ouro em torneios globais, com uma soma de 4.750 pontos, cinquenta a mais que a austríaca Ivona Dadic, enquanto Yorgelis Rodríguez completou o pódio com 4.637, recorde nacional cubano no primeiro pentatlo de sua vida.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte