Topo

Esporte

Autópsia confirma que Astori teve morte natural por parada cardíaca

06/03/2018 14h04

Roma, 6 mar (EFE).- A autópsia do zagueiro Davide Astori, realizada nesta terça-feira, confirmou que o capitão da Fiorentina teve morte natural por parada cardíaca no último domingo, em seu quarto de hotel em Udine, durante a concentração para o jogo contra a Udinese.

Quem deu a informação foi o chefe procuradoria de Udine, Antonio De Nicolo, que, no entanto, disse que os médicos pediram 60 dias para realizarem novas investigações histológicas.

Os responsáveis pela autópsia detectaram que Astori morreu por um significativo processo de arrefecimento do bater do coração, ocorrido na noite entre sábado e domingo.

A Procuradoria já deu o sinal verde para que o corpo do capitão da Fiorentina seja entregue a seus familiares, que o transferirão amanhã para Florença, onde na quinta-feira acontecerá o funeral na Basílica de Santa Croce.

Também nesta terça, a Fiorentina, clube defendido por Astori desde 2015, anunciou a aposentadoria da camisa 13, usada pelo defensor. O Cagliari, pelo qual o atleta de 31 anos atuou de 2008 a 2015, adotou a mesma medida como homenagem.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte