Topo

Esporte

Coreias desfilarão separadas nos Jogos Paralímpicos de Inverno

08/03/2018 11h35

Alpensia, 8 mar (EFE).- Os atletas das Coreias do Norte e do Sul que participarão dos Jogos Paralímpicos de PyeongChang desfilarão separadamente na cerimônia de inauguração que será realizada nesta sexta-feira, segundo informou nesta quinta-feira o Comitê Paralímpico Internacional (IPC).

A entidade ofereceu a ambos os países a oportunidade de desfilarem juntos, como ocorreu nos Jogos Olímpicos do mês passado, mas depois de um último dia de "discussões amistosas e positivas" entre ambos na Vila Paralímpica as duas partes decidiram não entrar juntas.

"Estamos decepcionados, mas respeitamos a decisão dos dois comitês de desfilar separadamente. O COI fez um grande progresso na abertura do diálogo entre as duas nações e acho que ter a Coreia do Norte participando dos Jogos é um grande passo para o movimento paralímpico", disse o brasileiro Andrew Parsons, presidente do IPC.

"Ao final da reunião, ambos os comitês reconheceram que a participação em PyeongChang os aproximou e os dois se comprometeram a trabalhar mais estreitamente no futuro. Acredito que isto ressalta a tremenda habilidade do esporte para unir os países num diálogo positivo", confessou o líder do Comitê Paralímpico Internacional.

Para o futuro, segundo o IPC, a Coreia do Norte se "comprometeu a trabalhar mais com o movimento paralímpico para melhorar as vidas das pessoas deficientes".

A delegação norte-coreana em PyeongChang é composta por 24 integrantes, entre eles dois esquiadores que receberam o convite do Comitê Paralímpico Internacional (IPC) para competir no evento.

Esses dois atletas, Kim Jong-hyon e Ma Yu-chol, representarão a Coreia do Norte nos Jogos, o que significará a estreia do país em Jogos Paralímpicos de Inverno.

Mais Esporte