Topo

Esporte

Guardiola é multado R$ 90 mil por usar fita em apoio a políticos catalães

09/03/2018 14h51

Londres, 9 mar (EFE).- O técnico do Manchester City, Josep Guardiola, foi multado nesta sexta-feira em 20 mil libras (cerca de R$ 90 mil) por usar uma fita amarelo em apoio aos políticos catalães que estão na prisão durante partidas do Campeonato Inglês, da Copa da Liga Inglesa e da Copa da Inglaterra.

O técnico, que foi advertido sobre futuras condutas, usava o acessório para pedir a liberdade de Jordi Sánchez, Jordi Cuixart, Joaquim Forn e Oriol Junqueras, presos preventivamente desde o ano passado pelo envolvimento no processo de independência da Catalunha.

A Federação Inglesa (FA) abriu um expediente contra o treinador no último dia 23 de fevereiro para investigar o uso de símbolos políticos em partidas das três principais competições do país.

Guardiola tinha até o último dia 5 de março para responder à FA, quando o técnico espanhol aceitou a acusação feita pela federação.

Na resposta, o Manchester City e o técnico, porém, negaram que a fita seja um símbolo político e a compararam com a famosa "poppy", uma papoula artificial usada no Reino Unido durante o mês de novembro, em lembrança às vítimas da Primeira Guerra Mundial.

"Aceito a decisão porque tenho que aceitá-la, não porque estou de acordo com ela", disse Guardiola na última terça-feira.

Após a abertura do expediente, Guardiola optou por esconder a fita amarela com o cachecol durante a disputa da decisão da Copa da Liga Inglesa contra o Arsenal. O City conquistou o título após vencer os 'Gunners' por 3 a 0.

Na entrevista coletiva após a partida, o técnico espanhol disse que sempre usaria o acessório, mesmo que fosse no bolso.

Guardiola também usou o símbolo durante os jogos do City na Liga dos Campeões, mas a Uefa não pune esse tipo de conduta.

Mais Esporte